Publicidade

Confiança empresarial do Japão deve piorar após tsunami

Foto do author Redação
Por Redação

Os grandes manufatureiros japoneses esperam que as condições piorem significativamente nos próximos três meses, de acordo com uma pesquisa feita pelo Banco do Japão após o terremoto e o tsunami que atingiram o país em 11 de março. O banco central separou os dados da pesquisa Tankan de confiança empresarial entre respostas colhidas antes e depois do desastre natural. O índice pós-desastre ficou em mais 6 em março, estável sobre a leitura da pesquisa total. Mas o indicador para junho ficou em menos 2, comparado a mais 2 na pesquisa total --que inclui as respostas pré e pós-terremoto--, indicando que os manufatureiros esperam pessimismo para o mês que vem. A pesquisa é o primeiro dado a quantificar o impacto do desastre.

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.