PUBLICIDADE

Publicidade

Diretora do Fed cita ‘resiliência’ de bancos nos EUA, em meio à quebra de insituições

A dirigente ressaltou que os bancos, no geral, dispõem de forte posição de capital e liquidez

Por André Marinho
Atualização:

Em meio à repercussão da quebra de Silicon Valley Bank (SVB) e Signature Bank, a diretora do Federal Reserve (Fed) Michelle Bowman garantiu a “resiliência” do sistema bancário, em discurso durante evento organizado pela Comunidade Independente de Banqueiro da América, nesta terça-feira, 14.

PUBLICIDADE

A dirigente ressaltou que os bancos, no geral, dispõem de forte posição de capital e liquidez. “O Conselho[do Fed] continua monitorando cuidadosamente os desenvolvimentos nos mercados financeiros e em todo o sistema financeiro”, disse.

Bowman explicou que um dos fatores mais significativos para o colapso de SVB e Signature Bank foi o rápido fluxo de retirada de depósitos. O cenário levou o Fed a criar um programa de emergência para mitigar os efeitos sobre o restante do mercado, segundo ela.

Diretora do Federal Reserve, Michelle Bowman, garantiu a 'resiliência' do sistema bancário americano.  Foto: Ann Saphir/Reuters

“O programa fornecerá uma fonte adicional de liquidez aos bancos e eliminará a necessidade de as instituições venderem rapidamente títulos durante um período de crise”, comentou.

Em período de silêncio antes da decisão de política monetária do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC), na semana que vem, a diretora não comentou perspectivas para juros e atividade econômica.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.