Publicidade

Eletrobras confirma venda de sua participação total na Copel por R$ 125,3 milhões

Segundo companhia, objetivo é reduzir participações minoritárias e não estratégicas, além de simplificar e otimizar portfólio

Por Amélia Alves

A Eletrobras informou nesta segunda-feira, 4, que concluiu a venda da totalidade de sua participação acionária de 15.307.740 ações ordinárias na Companhia Paranaense de Energia (Copel) pelo valor total de R$ 125,3 milhões.

PUBLICIDADE

“Esta operação tem como objetivo a redução de participações minoritárias e não estratégicas, bem como a simplificação e otimização do portfólio”, informou a Eletrobras, por meio de comunicado.

Segundo a empresa, com essa alienação, a Eletrobras reduz para 19 o número de participações societárias minoritárias em empresas coligadas e participadas.

A Copel foi privatizada no início de agosto após uma oferta bem-sucedida de ações em Bolsa, movimentando R$ 5,2 bilhões. No mesmo mês, a empresa concluiu seu processo de transformação em uma corporação, sem acionista controlador.

Copel foi privatizada no início de agosto após uma oferta bem-sucedida de ações na Bolsa Foto: Divulgação/Copel

A conclusão do processo ocorreu após o Estado do Paraná reduzir sua participação nas ações com direito de voto de 69,66% para cerca de 32,32%, o que fez com que a Copel deixasse de ser sociedade de economia mista integrante da administração pública indireta do Paraná e de se sujeitar às disposições previstas na Lei das Estatais.

A companhia disse ainda que a participação do Estado nas ações com direito a voto poderia ser reduzida ainda mais, para até 26,96%. A empresa reforçou a criação e emissão de Golden Share (ação preferencial de classe especial) de titularidade do Paraná e a criação de um limite para que nenhum acionista ou grupo tenha mais que 10% do total de ações com direito a voto em cada deliberação.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.