Publicidade

Publicidade

França prevê redução do déficit da seguridade social para € 13,9 bilhões

Orçamento apresentado pelo governo francês indica mais de 5 bilhões de euros em novos cortes na seguridade social 

Por Priscila Arone e da Agência Estado
Atualização:

Paris - O governo francês apresentou nesta segunda-feira o orçamento para a seguridade social com mais de 5 bilhões de euros em novos cortes, além do aumentos de impostos. As medidas fazem parte dos esforços do país para reduzir o déficit para 3% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2013.

PUBLICIDADE

Há muitos anos a França registra grandes déficits em seu sistema de seguridade social, que totalizaram 160 bilhões de euros entre 2002 e 2012.

"Os gastos com seguridade social são uma despesa do dia a dia. Não é justificável passar essa dívida para gerações futuras", disse o governo durante a apresentação das medidas.

O orçamento de seguridade social foi divulgado após o governo ter apresentado seu orçamento geral para 2013 na sexta-feira, que incluiu duras restrições aos gastos e cerca de 20 bilhões de euros em aumento de impostos para empresas e para os mais ricos.

Na medida em que a perspectiva de crescimento diminui, a França é obrigada a tomar medidas mais fortes para não ultrapassar suas metas para o déficit e, dessa forma, perder a confiança dos mercados financeiros.

O orçamento apresentado nesta segunda-feira tem como objetivo reduzir o déficit da seguridade social para menos de 13,9 bilhões de euros, ante um déficit esperado de 17,4 bilhões de euros em 2012. Segundo o governo, sem essas novas medidas o déficit subiria para 19,7 bilhões de euros em 2013.

A redução dever vir da arrecadação de 3,4 bilhões de euros em novos impostos e de cortes de gastos de 2,4 bilhões de euros.

Publicidade

O aumento inclui impostos mais altos sobre a venda de tabaco e cerveja e o fim da isenção tributária para famílias que têm trabalhadores domésticos. As informações são da Dow Jones. 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.