Mercado muda estimativa de inflação para este ano de 5,95% para 5,93%

Mediana para a alta do PIB em 2023 oscilou de 0,88% para 0,90%, segundo Boletim Focus

PUBLICIDADE

Por Italo Bertão Filho e Marianna Gualter
Atualização:

Após o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) manter a Selic em 13,75% ao ano pela quinta reunião seguida, a projeção do mercado para a inflação de 2023 diminuiu levemente no Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira, 27. A projeção para o IPCA - índice oficial de inflação - deste ano passou de 5,95% para 5,93%.

Já para 2024, horizonte cada vez mais relevante para a estratégia de convergência à inflação do BC, a projeção aumentou de 4,11% para 4,13%. A mediana para o IPCA de 2025 também foi elevada, de 3,90% para 4%. Já a estimativa para o IPCA de 2026 seguiu em 4,00%

PUBLICIDADE

Na reunião do Copom da semana passada, o BC atualizou suas projeções para a inflação no cenário de referência com estimativas de 5,8% em 2023 e 3,6% para 2024. Em um cenário alternativo, em que a Selic fica estável por todo o horizonte relevante, as projeções da autoridade são de 5,7% para 2023 e 3% para 2024.

Para o mês de março, a mediana passou de 0,75% para 0,76%. Para o IPCA de abril, a estimativa variou de 0,60% para 0,59%. Já para maio, a previsão para o indicador permaneceu em 0,40%.

Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central, apresentou estimativa de crescimento de 0,90% do PIB deste ano Foto: Dida Sampaio/Estadão

Selic

A expectativa do mercado para a taxa básica de juros se manteve estável para o fim de deste ano e para os próximos no Boletim Focus. A mediana para os juros básicos no fim de 2023 seguiu em 12,75% ao ano, enquanto para o término de 2024 seguiu em 10%.

A projeção para a Selic no fim de 2025 continuou em 9%, mesma mediana de quatro semanas atrás. O boletim ainda trouxe a projeção para a Selic no fim de 2026, que seguiu em 9%

PIB

A pesquisa mostrou aumento no cenário de crescimento econômico neste ano. A mediana para a alta do PIB em 2023 oscilou de 0,88% para 0,90%. Para 2024, o Relatório Focus mostrou mudança na perspectiva de crescimento do PIB de 1,47% para 1,40%

Publicidade