Publicidade

Partidos alemães avançam para acordo sobre pacto fiscal da UE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Os partidos do governo e da oposição na Alemanha se aproximaram nesta quinta-feira de um acordo que pavimenta o caminho para a aprovação parlamentar do novo pacto fiscal europeu e do fundo de resgate permanente para a região. O oposicionista Social-Democrata (SPD) também parece ter cedido terreno em sua insistência na criação de eurobônus para enfrentar a crise da dívida na zona do euro, um dia após a chanceler alemã, Angela Merkel, ter reforçado sua contrariedade a esses papéis em uma reunião informal de líderes do continente em Bruxelas. "Nossa impressão é de que o governo desistiu de seu bloqueio a um crescimento adicional e a um pacto de investimento", declarou o chairman do SPD, Sigmar Gabriel, após conversas desta quinta-feira com Merkel e outros líderes partidários. A chanceler precisa do apoio do SDP nas duas câmaras do Parlamento alemão para assegurar a ratificação do pacto fiscal acertado entre líderes da União Europeia (UE), e que pretende impor regras orçamentárias mais rígidas. Maioria de dois terços dos parlamentares é necessária porque o pacto afeta a constituição alemã e a soberania nacional. O líder no Parlamento do partido de centro-direita de Merkel, o Democrata-Cristão, Volker Kauder, afirmou ainda que conversas adicionais com a oposição ocorrerão em 13 de junho. Na ocasião, serão discutidas 16 propostas do governo sobre crescimento e medidas de estímulo ao emprego. (Reportagem de Gernot Heller e Thorsten Severin)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.