Publicidade

PIS/Pasep: Consulta ao abono salarial 2023 já está liberada; veja se está na lista

Trabalhadores que têm direito ao abono salarial relativo ao ano-base 2021 começam a receber o benefício a partir do próximo dia 15 de fevereiro

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

O governo federal liberou no domingo, 5, a consulta à disponibilidade dos valores e às datas de pagamento do PIS/Pasep, ano-base 2021. As informações podem ser acessadas pelo portal Gov.br e também pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital (veja o passo a passo abaixo). Os trabalhadores que têm direito ao abono salarial começam a receber o benefício a partir do próximo dia 15 de fevereiro.

PUBLICIDADE

Terão direito ao benefício 22,9 milhões de trabalhadores, sendo que 20,4 milhões da iniciativa privada poderão receber pelo Programa de Integração Social (PIS), pago pela Caixa Econômica Federal. Os 2,5 milhões com direito pelo Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) recebem pelo Banco do Brasil.

O valor do benefício pode ser de até R$ 1.302, equivalente ao salário mínimo atual, dependendo da quantidade de meses trabalhados em 2021.

Como ocorre tradicionalmente, os pagamentos serão divididos em seis lotes, baseados no mês de nascimento, no caso do PIS, e no número final de inscrição, no caso do Pasep. O dinheiro será depositado nas datas de liberação dos lotes e poderão ser sacados até 28 de dezembro de 2023. Após esse prazo, será necessário aguardar convocação especial do Ministério do Trabalho.

Quem tem direito ao abono salarial?

Quem tem direito ao abono salarial são os trabalhadores que estão cadastrados no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e que receberam, de empregadores que contribuem para os programas, até dois salários mínimos mensais, em média, no período trabalhado. É preciso ainda que os dados relativos a 2021 tenham sido informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) ou no e-Social.

Como consultar se o trabalhador tem direito ao abono salarial?

Pelo portal Gov.br

  1. Acesse o site para a consulta neste link.
  2. Realize o login com os dados cadastrados no portal Gov.br. Caso não tenha conta, é possível fazer o cadastro neste link.
  3. Clique em “Abono Salarial” para fazer a consulta.

Publicidade

Pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital

  1. Baixe o aplicativo Carteira de Trabalho Digital no celular ou tablet. Se já tiver o aplicativo, ele precisa estar atualizado.
  2. Realize o login com os dados cadastrados no portal Gov.br. Caso não tenha conta, é possível fazer o cadastro neste link.
  3. A tela inicial mostrará uma faixa chamada de “Abono Salarial 2023″. Clique no botão “Consultar” para realizar a consulta.
  4. Caso não veja a faixa, clique no menu, localizado na parte inferior da tela, depois “Benefícios” e, por fim, “Abono Salarial”.
Valores do abono salarial variam de R$ 108,50 a R$ 1.302, dependendo da quantidade de meses trabalhados em 2021.  Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Outras informações poderão ser solicitadas nos canais de atendimento do Ministério do Trabalho e Emprego e nas unidades das Superintendências Regionais do Trabalho, pelo telefone 158 ou pelo e-mail trabalho.uf@economia.gov.br (substituindo “uf” pela sigla do Estado de domicílio do trabalhador). / COM INFORMAÇÕES DA AGÊNCIA BRASIL