PUBLICIDADE

Publicidade

‘Estamos perdendo o bonde; o risco fiscal já está drenando oportunidades no Brasil’, diz Tarcísio

Segundo ele, hoje o principal risco econômico é o fiscal; portanto, é preciso ter o corte de despesas como prioridade zero

Foto do author Cicero Cotrim
Foto do author Francisco Carlos de Assis
Por Cicero Cotrim (Broadcast) e Francisco Carlos de Assis (Broadcast)

O governador do Estado de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), disse nesta segunda-feira, 22, que o principal risco econômico do Brasil é o fiscal. Segundo ele, sanear as contas públicas é a maior prioridade do ponto de vista econômico.

PUBLICIDADE

“Temos de partir primeiramente da percepção de quais são os principais riscos. Os riscos mais importantes do Brasil hoje, do ponto de vista econômico, é o risco fiscal, que vai drenar oportunidades do Brasil”, afirmou, em evento do Esfera Brasil.

Essa “drenagem de oportunidades”, disse ele, já está acontecendo, porque há países mais bem posicionados para receber investimentos do que o Brasil. “Estamos perdendo o bonde”, afirmou Tarcísio.

Governador de SP diz que governo federal deve ser mais disciplinado e que cortar despesas Foto: Taba Benedicto/Estadão

Ele defendeu que o governo deve ser mais disciplinado e que cortar despesas é a “prioridade zero”, especialmente porque a percepção de inflação alta por mais tempo nos Estados Unidos vai drenar a liquidez internacional, o que exigiria uma posição fiscal mais sólida no Brasil.

Do ponto de vista social, Tarcísio disse que o ponto mais importante a se resolver é a segurança pública.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.