Publicidade

Publicidade

Queda no preço do minério derruba lucro da Vale em 12,9% no 1º trimestre, para R$ 8,3 bilhões

Receita líquida da empresa recuou 4,4% e somou R$ 41,89 bilhões no primeiro trimestre, marcado pela disputa em torno da sucessão da presidência da empresa; produção foi a maior de um 1º trimestre desde 2019

Por Juliana Garçon

A queda no preço do minério de ferro no mercado internacional pressionou o resultado da Vale no primeiro trimestre. A empresa fechou o período com um lucro líquido de R$ 8,291 bilhões, cifra 12,9% inferior a registrada entre janeiro e março do ano passado.

PUBLICIDADE

A mudança no perfil de vendas da Vale também pesou no resultado, influenciado pela maior procura das siderúrgicas chinesas por um minério de baixa qualidade. Esse movimento contribuiu para a queda de 4,4% na receita líquida da empresa, que somou R$ 41,89 bilhões. Isso porque o minério de ferro é o carro-chefe das vendas da Vale, e a China responde sozinha por 62% das operações.

Quando o foco está nos insumos de menor qualidade, a companhia perde o prêmio de qualidade embutido na cotação do produto com alto teor de ferro.

Por outro lado, o resultado apresentado pela companhia indicou um aumento no volume de produção e vendas.

Vale teve resultados pressionados por baixa na cotação do minério de ferro Foto: FABIO MOTTA / ESTADÃO

“Nossas vendas de minério de ferro aumentaram 15% ano a ano, apoiadas por uma produção forte – a maior produção de um 1º trimestre desde 2019. Nos também estamos tendo progresso nos nossos projetos de crescimento, que ajudarão a melhorar a qualidade e flexibilidade do nosso portfólio”, afirmou o presidente da Vale, Eduardo Bartolomeo no relatório do balanço trimestral.

Além de lucro mais fraco, o primeiro trimestre trouxe uma série de reveses à Vale, que se combinaram com a queda no preço do minério para levar à desvalorização de 15% nas ações da companhia. O período foi marcado por um tumultuado processo de sucessão na liderança da empresa, no qual o presidente Lula teria tentado interferir, segundo fontes.

Desempenho operacional

Em relação ao desempenho operacional, a mineradora teve um trimestre melhor do que as expectativas de analistas. De janeiro a março, a companhia produziu 70,8 milhões de toneladas de minério, volume 6% maior que no ano passado.

Publicidade

As vendas ficaram acima do nível verificado no ano passado, quando as atividades no porto foram prejudicadas pelas chuvas sazonais. Os embarques de finos de minério de ferro alcançaram 52,5 milhões de toneladas e os de pelotas, 9,2 milhões de toneladas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.