Vai viajar e ainda não tem passagem aérea? Especialistas dão dicas de períodos com menores preços

Estabelecer um cronograma de compras, ativas alertas para mudanças de preços e não comprar cedo ou tarde demais podem ajudar a encontrar voos com valores mais em conta

PUBLICIDADE

Por Natalie Compton
Atualização:

Encontrar o momento perfeito para comprar uma passagem aérea pode ser angustiante. Começar a procura tarde demais quase garante que você será enganado pelas companhias aéreas. Reserve muito cedo e “você poderá perder uma futura queda de preços”, diz Scott Keyes, fundador do site de reservas de passagens aéreas Going.com.

PUBLICIDADE

Para encontrar o meio termo perfeito, defina um cronograma de quando comprar sua passagem aérea. A ideia não é muito cedo, mas também não é tarde demais. Você está procurando o que Keyes chama de “janela Cachinhos Dourados”. Este é o período em que as tarifas baratas têm maior probabilidade de aparecer.

A janela Cachinhos Dourados não é fixa. Ela depende se a viagem for doméstica ou internacional, e também dos horários de pico (veja abaixo as dicas de cada período). Este marcador deve ser usado como um período de tempo para as compras, não como uma pressão imediata para reservá-las.

Ao longo desta janela, que pode durar dias, semanas ou meses, Keyes diz que é preciso atenção extra, pois é nesse momento que há maiores chances de encontrar um voo barato. “Não há 0% de chance [de encontrar valores baixos] fora da janela Cachinhos Dourados, mas é muito menor”, diz Keyes.

Depois de estabelecer quando a compra deve ser feita, com base nas datas de viagem e na respectiva “janela Cachinhos Dourados”, acione alertas nos sites de busca para receber notificações sobre os preços das passagens aéreas. Você será avisado quando os preços caírem ou aumentarem.

Caso não esteja seguro se você está fazendo um bom negócio, insira a viagem no Google Flights. O site dirá se um preço é alto, baixo ou típico em comparação com as médias anteriores. Sem mais delongas, entenda o período em que é recomendado começar a procurar e reservar, dependendo de quando e para onde deseja voar.

Sol se põe atrás em Manhattan enquanto um avião se aproxima para pousar no Aeroporto LaGuardia, em Nova York. Foto: AP / Frank Franklin II, arquiv

Os locais mais populares: 3 a 7 meses antes

Chegar a destinos procurados em períodos populares será caro, não importa com que antecedência você reserve. Portanto, não há sorte suficiente em voos para Paris para as Olimpíadas ou Tóquio para a temporada de flores de cerejeiras, por exemplo. Porém, é possível ficar atento a quedas inesperadas de preços ou erros de tarifa.

Publicidade

Se possível, opte por visitar durante a baixa temporada, quando as multidões são menores, os hotéis e o aluguel de carros são mais baratos e o clima pode até ser melhor. Na Espanha, disse Keyes, “o clima é muito melhor” na primavera europeia (entre abril e junho), setembro ou outubro do que no meio do verão (junho a setembro).

Caso contrário, Keyes aconselha os viajantes a começar a procurar destinos populares durante a estação oposta (inverno para reservas de verão), ou cerca de três a sete meses antes para viagens domésticas e quatro a 10 meses para viagens internacionais.

O mesmo se aplica aos voos em feriadões diz Hayley Berg, economista-chefe do aplicativo de reservas de viagens Hopper.

Uma viagem nacional: 1 a 3 meses antes

Para uma viagem doméstica fora de um momento de pico — o que significa sem feriadões, férias escolares e sem coincidir com um show de alguém como Taylor Swift no mesmo lugar, por exemplo, — “é mais provável que você encontre voos baratos com cerca de um a três meses de antecedência”, Keyes diz. Para uma viagem internacional, ele diz que “dois a oito meses de antecedência é o ideal”.

PUBLICIDADE

Essa estimativa está de acordo com o Relatório de Hacks de Viagens Aéreas de 2024 da Expedia, que afirma que os viajantes podem economizar mais comprando voos domésticos pelo menos 28 dias antes da partida. O relatório traz conselhos diferentes para viagens internacionais, argumentando que os viajantes devem reservar passagens no exterior entre 60 dias e quatro meses de antecedência para obter os descontos ideais.

Viagens entre março e maio: 1 a 2 meses antes

Para férias em março, abril ou maio, comece a caçar no início de fevereiro. Os dados do Google Flights mostram que os preços para viagens domésticas em março e abril são normalmente mais baixos 23 a 59 dias antes da partida — o que significa que em breve você verá um aumento nos preços.

Para encontrar o meio termo perfeito de um bom preço, é preciso definir um cronograma de compra, que não seja muito cedo nem muito tarde. Foto: Ethan Miller/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/Getty Images via AFP

Férias entre fevereiro e abril

Prepare-se para outro período de viagem caro, e não apenas para os locais mais populares. “Espere que até mesmo alguns dos destinos menos conhecidos sejam movimentados e caros”, diz Berg.

Publicidade

Com esse aviso, “se você está pensando em uma viagem para este período, comece a planejá-la agora”, disse Berg em fevereiro.

Keyes concorda. O planejamento e as reservas agora estão alinhados com seus conselhos para comprar tarifas de pico durante a temporada oposta. De acordo com a estimativa da Goldilocks de Keyes, você deve ter mais alguns meses para refletir sobre isso se estiver indo para casa, mas esteja pronto para reservar antes, caso a passagem aérea certa chegue mais cedo ou mais tarde.

Julho e agosto ou setembro ou outubro?

“No ano passado, vimos os preços mais baixos no outono (no Hemisfério Norte) para viagens domésticas que tínhamos visto desde 2018, pelo menos”. Berg ainda recomenda mudar os períodos de férias de julho ou agosto para setembro ou outubro, pois isso pode economizar até 30% em passagens aéreas.

Obtenha as tarifas mais baixas procurando viagens domésticas com um a três meses de antecedência e internacionais com dois a oito meses. Se você estiver indo para algum desses destinos particularmente popular, comece um ou dois meses antes.

Natal e Ano Novo: julho a outubro

Durante o inverno, comece suas compras de passagens aéreas domésticas para período quente de Natal e o Ano Novo. Keyes diz para pensar nisso como se fosse uma roupa de inverno: você vai conseguir um acordo para um casaco de penas quando estiver calor, não quando a demanda aumentar conforme as temperaturas caem.

Os dados do Google Flights mostraram que os preços mais baixos para voos no final de dezembro aparecem cerca de 71 dias antes da decolagem. Neste Natal, isso é meados de outubro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.