PUBLICIDADE

Publicidade

Vídeo: Airbus lança protótipo de helicóptero com asas que passa de 400 km/h

Modelo, que ainda está sendo desenvolvido, tem asas laterais e consome até 20% menos combustível, segundo a empresa

Foto do author Clayton Freitas
Por Clayton Freitas

A Airbus divulgou, na segunda-feira, 13, mais detalhes do Racer, o protótipo de novo modelo de helicóptero que pode passar dos 400 km/h e possui pequenas asas laterais. Só para efeito de comparação, o Esquilo, um dos modelos mais usados no Brasil, atinge velocidade máxima de 289 km/h.

O Racer possui asas laterais em formato de caixa e rotores laterais, que ajudam a projetar a aeronave para a frente. A empresa informou em nota que as pequenas asas laterais ajudam na eficiência aerodinâmica, e que em um voo de cruzeiro os motores das hélices possam ficar em standy-by. O Racer possui ainda fuselagem híbrida de composto metálico para ficar mais leve.

O Racer possui asas laterais em formato de caixa e rotores laterais, que ajudam a projetar a aeronave para a frente Foto: Airbus/Divulgação

PUBLICIDADE

O modelo baseia-se na configuração aerodinâmica validada pelo demonstrador de tecnologia Airbus Helicopters X3 que, em 2013, quebrou o recorde de velocidade e ultrapassou os limites de um helicóptero ao atingir 472 km/h.

O Racer está sendo desenvolvido dentro do âmbito do projeto europeu Clean Sky 2, que visa encontrar soluções eficientes e sustentáveis para a aviação. Com isso, o modelo promete até 20% de redução de consumo de combustível e menor emissão de CO2 na atmosfera.

O primeiro voo do aparelho ocorreu no dia 25 de abril, em Marignane, na França. O helicóptero voou por cerca de 30 minutos, permitindo que a equipe de testes de voo verificasse o comportamento geral da aeronave. Confira em vídeo no início deste texto.

Missões específicas

A Airbus informa que a alta velocidade pode ajudar sobretudo em missões médicas, busca e salvamento e transporte comercial.

“Estou ansioso para ver este demonstrador ser pioneiro em capacidades de alta velocidade e desenvolver o sistema de modo econômico que contribuirá para reduzir o consumo de combustível”, disse Bruno Even, CEO da Airbus Helicopters, em nota.

Publicidade

Cerca de 50 engenheiros da Airbus estão envolvidos no projeto. Eles são liderados por Julien Guitton, diretor do programa. O executivo afirmou que a velocidade é importante, porém, o impacto econômico e ambiental também.

“O objetivo do Racer não é ir o mais rápido possível, mas sim oferecer capacidades operacionais aprimoradas pelo preço certo para missões onde a velocidade pode realmente ser uma vantagem”, resume Julien Guitton. “Quando perguntamos aos usuários finais se as altas velocidades são do seu interesse, a resposta é invariavelmente ‘sim, mas’. A velocidade a qualquer preço, sem ter em conta o impacto econômico e ambiental, não interessa a ninguém”, afirma.

Racer, o protótipo de novo modelo de helicóptero que pode passar dos 400 km/h e possui pequenas asas laterais Foto: Airbus/Divulgação
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.