PUBLICIDADE

Sete dicas de decoração para deixar um espaço pequeno mais amplo

Além de tornar o espaço mais aconchegante, pequenas mudanças na decoração podem ter efeitos na saúde mental, como redução do estresse e da ansiedade; veja dicas dos especialistas

Por Stacey Colino
Atualização:

Viver em um espaço pequeno sempre exigiu concessões e, com muitos de nós trabalhando em casa, os ambientes podem parecer ainda mais apertados. As possíveis consequências para a saúde mental de se sentir confinado ao seu espaço tornaram-se especialmente óbvias durante o pior da pandemia, quando “muitas pessoas se sentiram muito fechadas e isso causou ansiedade e depressão”, diz Kathleen Kendall-Tackett, psicóloga da saúde na Escola de Medicina da Texas Tech University.

PUBLICIDADE

Mas, embora seja verdade que espaços compactos podem parecer claustrofóbicos ou estressantes, eles também podem ser relaxantes e aconchegantes com a abordagem certa. Como Jaime Kurtz, professor de psicologia na James Madison University, aponta: “Como espécie, evoluímos em pequenos espaços.”

Talvez não deva ser uma surpresa, então, que existam métodos com base científica para transformar um espaço apertado em um lugar mais feliz e saudável. Aqui estão alguns deles.

Menos bagunça

Os pesquisadores descobriram que um espaço desordenado pode parecer fisicamente e psicologicamente opressor. Um estudo de 2017, publicado na Current Psychology, associou viver em meio à desordem com produtividade reduzida e procrastinação crônica. Este é um problema com solução direta – você pode limpar sua casa de coisas que não precisa e organizar melhor os itens que deseja manter.

Adicione sistemas de armazenamento que aproveitem o espaço vertical, como prateleiras empilháveis. Gavetas e caixas que cabem sob a mobília também são ideais. “Lvrar-se da desordem é incrivelmente libertador porque, de repente, você pode viver com mais eficiência”, diz Kendall-Tackett, autora de The Well-Ordered Home.

Além disso, diz Kurtz, especialista em felicidade, “quando você tem tantas coisas, é difícil saboreá-las e apreciá-las. Quando você as seleciona com cuidado, pode apreciar o que tem”.

Crie limites

Se você compartilha sua casa com outra pessoa, diferencie os espaços, diz Kendall-Tackett. Isso pode ser feito, diz ela, simplesmente respeitando as zonas designadas em uma sala ou com uma divisória. Além disso, se você estiver em uma chamada de Zoom ou assistindo TV, use fones de ouvido.

Publicidade

Cores

A sabedoria comum de que um pequeno espaço parece maior quando é pintado com cores claras geralmente é verdadeira, de acordo com especialistas em saúde mental, porque as paredes pálidas refletem mais luz e fazem os quartos parecerem mais abertos. Isso não significa que você precisa ficar com todas as paredes brancas. Vá com “tons que podem fazer o espaço parecer maior – use cores mais frias, como um leve tom de azul na parede”, aconselha Sally Augustin, psicóloga ambiental e de design em Chicago. As cores mais frias tendem ainda a relaxar, acrescenta ela. “Se o teto for de cor clara, pode parecer mais distante do chão.”

“Escolha coisas coloridas, como almofadas” tornam o espaço alegre, sugere Kurtz

Espelhos

Os espelhos trazem luz e cria, a ilusão de um espaço maior, especialmente quando pendurados em frente a uma janela. Descubra onde você pode adicionar mais um ou dois deles em seu espaço.

Formas

PUBLICIDADE

Pesquisadores na China descobriram em um estudo que “características arredondadas e linhas curvas tendem a estar ligadas a prazer e felicidade”, enquanto “configurações diagonais e angulares tendem a estar associadas a ameaças”. Como tal, Augustin recomenda investir em um tapete com um design curvilíneo, em vez de algo muito geométrico.

Da mesma forma, incorporar tecidos macios – com mantas e travesseiros aveludados ou felpudos – pode promover um ambiente mais relaxante, porque tocar superfícies macias pode liberar oxitocina, segundo Kendall-Tackett, um hormônio que tem efeito calmante. “Você tem receptores de oxitocina em suas mãos”, explica ela.

Objetos com formatos arredondados e curvos podem tornar o ambiente mais alegre Foto: Bruce Buck/The New York Times

Aromas

Infundir sua casa com um aroma agradável pode criar um clima otimista. A canela tem efeitos ansiolíticos e antidepressivos, de acordo com uma pesquisa do Irã, então tente ferver paus de canela e casca de laranja. Ou apenas acenda uma vela perfumada ou use difusores para óleos essenciais. Augustin recomenda escolher um “perfume que o lembre de espaços abertos”.

Plantinhas

De acordo com um estudo de 2021 da Konkuk University na Coreia, as pessoas obtêm pontuações significativamente mais altas em medidas de conforto, relaxamento e humor positivo ao olhar para plantas. Assim, uma janela com vista para o verde seria o ideal, mas você também pode trazer um pouco de natureza para dentro com plantas de casa. Kurtz aponta uma vantagem adicional: plantas reais oxigenam o ar e tornam o ambiente menos abafado.

Publicidade

Se você não pode cuidar de plantas reais, apenas incorporar fotos da natureza pode evocar um clima agradável e tranquilo, diz Augustin. Da mesma forma, pode incluir uma trilha sonora com sons da natureza – como um riacho, farfalhar de folhas, pássaros cantando ou ondas do mar.

Um estudo da Universidade de Chiba, no Japão, descobriu que a exposição aos sons da floresta diminui a atividade do sistema nervoso simpático (que desencadeia a resposta de luta ou fuga do corpo) e a frequência cardíaca, ao mesmo tempo em que induz sentimentos confortáveis e relaxados e melhora o humor.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.