Foto do(a) blog

Beleza para homens, sem complicação

Opinião|Um novo hotel, com uma alma antiga, e um spa inspirados nas termas romanas, nas margens do douro.

PUBLICIDADE

Atualização:
O The Rebelo, no Cais de Gaia, junta o melhor de dois mundos: o conforto de casa e o serviço de um hotel de 5 estrelas ( Foto: Divulgação)

E aí, beleza?

PUBLICIDADE

Dizem que o Porto é bonito visto de Gaia, a cidade da outra margem do rio Douro e que oferece vistas de tirar o fôlego da cidade do lado oposto. Intriga ou não, a verdade é que do lado de Gaia há um hotel que está fazendo a diferença no mundo da hospitalidade em Portugal e merece ser conhecido.

Chama-se The Rebello e neste projeto, a genuinidade junta o melhor de dois mundos: o conforto de casa e o serviço de um hotel de 5 estrelas. Contudo, o luxo, aqui, é pautado por atenção aos detalhes, bom gosto na decoração dos espaços, serviço extraordinário e claro, boa cama e boa mesa.

De portas abertas à comunidade local e ao exterior, o hotel reflete o espírito criativo e cosmopolita de um Porto cada vez mais vibrante e irreverente, que continua a atrair nômades, artistas e empreendedores de várias áreas e cantos do mundo.

O nome do hotel é uma homenagem às pequenas embarcações em madeira que antes carregavam pipas de Vinho do Porto (os rabelos). ( Foto: Divulgação)

Distribuídos por quatro edifícios industriais do século XIX, o The Rebello tem 103 apartamentos, restaurante, rooftop, lobby bar, kids club, sala de eventos, um SPA magnífico, academia, loja e coffee shop, oferecendo um conjunto de amenities e experiências adaptadas a todos os que procuram uma casa longe de casa, quer viajem em lazer ou em trabalho, sozinhos ou acompanhados.

Publicidade

Oferecer a hóspedes e visitantes uma experiência única, capaz de respeitar e honrar o lugar em que se insere. Foi precisamente este "olhar local" que motivou a Bomporto Hotels a reimaginar novas formas de contar histórias antigas. Além do nome do projeto - uma homenagem às pequenas embarcações em madeira que antes carregavam pipas de Vinho do Porto (os rabelos) -, também a localização privilegiada reforça essa vontade, ao situar-se junto ao único estaleiro naval ainda em funcionamento na cidade.

A antiga fábrica de produção de utensílios de cozinha, instalada outrora no local, inspirou o restaurante principal do hotel, o Pot&Pan, a aplicar a velha máxima "bons vinhos, bons pratos e bons amigos". Neste paraíso epicurista pensado para food lovers e bon vivants, a comida de partilha é servida em tachos e panelas; o restaurante aposta num menu curto de comida de conforto, oferecendo uma cozinha tradicional portuguesa com um toque moderno, desenvolvida a partir de produtos de época de alta qualidade, pelas mãos do chef português André Coutinho.

 

A bela arquitetura preserva elementos históricos como as fachadas e a estrutura em pedra. A designer de interiores espanhola Daniela Franceschini começou a imaginar a identidade criativa do projeto, inspirada pelo modo como artistas e criativos sempre ocuparam os espaços industriais ao longo da história. A fundadora do Quiet Studios transportou para o The Rebello um design eclético que privilegia peças de arte originais e estimula "a criatividade de todos os visitantes, que são convidados a refletirem sobre o processo criativo e o artesanato."

Num espaço que combina cores, texturas e materiais diferenciados, Daniela contou com o apoio de artistas e fabricantes portugueses para a concepção de muitas das peças de arte e mobiliário, que se juntam às obras e reproduções de grandes nomes do design internacional. Entre objetos vintage e contemporâneos, a designer inspirou-se em quatro elementos que pautaram todo o processo criativo: a água, o vinho, a madeira e a indústria. O conjunto da obra é algo tão surpreendente quanto belo, ressaltando a sensação de leveza, luminosidade, fluidez e claro, conforto. Ambientes requintados e serenos, ao mesmo tempo, com áreas amplas e iluminadas fazem do projeto uma pequena-grande descoberta no Cais de Gaia, afastado das áreas agitadas da cidade, mas perto de tudo.

Além das amenities da Claus Porto (marca portuguesa reconhecida de cosméticos e perfumaria), os hóspedes têm à sua espera um minibar com snacks e bebidas disponibilizadas gratuitamente, e mantas para os companheiros caninos (o hotel é pet friendly).

Publicidade

o belíssimo spa do The Rebello conta com uma imponente piscina interior aquecida, sauna, academia e quatro salas de tratamento, contando com o apoio da marca portuguesa EssenciAroma ( Foto: Divulgação)

SPA

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

Inspirado nas termas romanas, o belíssimo spa do The Rebello conta com uma imponente piscina interior aquecida, sauna, academia e quatro salas de tratamento, contando com o apoio da marca portuguesa EssenciAroma para a criação de produtos biológicos 100% naturais, que integram as principais ervas utilizadas pelos romanos nos seus banhos, como o pinheiro, eucalipto, baga de zimbro, limão, incenso cedro, rosa, canela, alfazema, camomila ou cardamomo.

De massagens holísticas e de assinatura a rituais faciais e corporais, a filosofia deste "spa urbano" parte dos princípios da medicina tradicional chinesa, japonesa e indiana para criar tratamentos desenhados à medida de cada cliente. Não saia de lá sem experimentar o Ritual The Rebello, que volta a ser um dos grandes destaques do menu: uma terapia completa de 2 horas que inclui exfoliação corporal, seguida de uma massagem relaxante e de um tratamento de rosto. Imperdível!

A piscina de inspiração nas termas romanas ( Foto: Divulgação)

E se o luxo outrora foi sinônimo de luvas brancas e ostentação, no The Rebelo o luxo é pautados pela simplicidade, do serviço de excelência, sem pretensiosismos, genuinidade e por uma gente que têm prazer em servir e fazer a diferença. Mais do que um hotel, aqui é o lugar ideal para fazer uma pausa, relaxar e experienciar a vida local. Must go!

Opinião por Glauco Junqueira

Correções

Conheça o hotel que está fazendo a diferença no mundo da hospitalidade em Portugal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.