PUBLICIDADE

Quem ganha e quem fica em segundo e terceiro lugar no BBB 24, segundo casas de aposta

Davi é o mais cotado para ganhar a edição do Big Brother de 2024; a final ocorre nesta terça-feira, 16

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:
Matteus, Davi e Isabelle disputam o maior prêmio da história do BBB 24. Foto: Reprodução de vídeo/'BBB 24'/Rede Globo

Com o Big Brother Brasil 24 em sua reta final, Davi, Matteus e Isabelle enfrentam nesta terça-feira, 16, a disputa pelo prêmio de R$ 2,92 milhões. Nas três casas de apostas que realizam o serviço para o Big Brother Brasil, o levantamento* aponta que Davi é o vencedor.

Quem é o favorito para ganhar o BBB 24?

Nas casas de aposta Davi possui um odd de cerca de 1,01, que varia entre 1,01 e 1,02, sendo o mais indicado ao primeiro lugar.

Quem vai ficar em segundo lugar no BBB 24?

Matteus aparece com em segundo lugar na preferência dos apostadores, em uma média de odds de 19,00, variando entre 18,00 e 21,00.

Quem vai ficar em terceiro lugar no BBB 24?

Isabelle figura em terceiro lugar, segundo as casas de aposta, com um odd que flutua mais expressivamente, com valor médio de 65,00, entre 51,00 e 75,00.

O que significa odd?

PUBLICIDADE

O número da odd remete à quantidade de dinheiro que seria recebido em caso de acerto para cada real apostado. Para cada participante, por exemplo, em um gasto de R$ 100, o apostador receberia R$ 101 (se apostasse em Davi), R$ 190 (se a aposta fosse em Matteus) ou R$ 650 (caso preferisse apostar em Isabelle). Em caso de erro, porém, todo o dinheiro é perdido.

Vale lembrar que quanto maior a odd, mais remota é a chance de que o participante ganhe o programa.

Valor das apostas do BBB 24 na Betano

  • 1.01 - Davi
  • 18,00 - Matteus
  • 75,00 - Isabelle

Publicidade

Valor das apostas do BBB 24 na Bet365

  • 1,01 - Davi
  • 19,00 - Matteus
  • 67,00 - Isabelle

Valor das apostas do BBB 24 na SportingBet

  • 1,02 - Davi
  • 21,00 - Matteus
  • 51,00 - Isabelle

*Levantamento feito por volta das 10h, no dia 16 de abril de 2024.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.