PUBLICIDADE

Publicidade

Aos 81, morre o técnico dos Meninos da Vila Chico Formiga

Por Wilson Baldini Junior
Atualização:

Memória

Em 1978, coube a Chico Formiga ser o técnico do time do Santos. Com a habilidade que mostrava nos tempos de quarto-zagueiro, soube administrar a experiência de Gilberto Sorriso, Clodoaldo e Aílton Lira com a juventude de Nilton Batata, Juary, Pita e João Paulo. Resultado: uma vitoriosa geração dos primeiros Meninos da Vila, campeã paulista daquele ano.

Foi no Santos que o mineiro, de Araxá, Francisco Ferreira de Aguiar, terminou sua carreira de jogador, após passar por Cruzeiro, o próprio Santos e Palmeiras. Zagueiro sério, mas leal, atuou 19 vezes pela seleção e não disputou a Copa de 1958, por contusão. Fez parte do Santos bicampeão da Libertadores e Mundial (1961/1962).

Como técnico, trabalhou também no Corinthians e no São Paulo. Pelo time do Parque São Jorge, foi vice-campeão paulista em 1987, após comandar uma incrível reação da equipe, que saiu do penúltimo lugar no primeiro turno para disputar o título com o São Paulo.

Em Minas, dirigiu o América e ajudou o time a quebrar um jejum de 23 anos sem títulos. Trabalhou também na Arábia Saudita. Formiga morreu de enfarte, anteontem, aos 81 anos.

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.