PUBLICIDADE

Publicidade

Após ser acusado de mentir sobre racismo, Vini Jr. marca contra Valencia e ironiza: ‘Fake news’

Jornais de Valência já chamaram brasileiro de “Pinóquio”; Atacante faz dois em goleada do Real Madrid

PUBLICIDADE

Por Leonardo Catto

Depois da goleada do Real Madrid contra o Valencia, por 5 a 1, Vinicius Jr. ironizou as acusações de mentiroso, feitas por um jornal da cidade de Valência na Espanha. O Superdeporte atacou o brasileiro sob o argumento de que ele está prejudicando a imagem do time da cidade, depois do discurso do jovem ao vencer o Prêmio Sócrates. Antes, o veículo já havia questionado o depoimento dado pelo atacante depois de ofensas racistas proferidas contra ele por torcedores valencianos no Estádio Mestalla.

PUBLICIDADE

O Superdeporte chegou a publicar uma capa com uma ilustração que colocava Vinicius Jr. como Pinóquio. No começo de novembro, a primeira página de seu site apresentou três textos em destaque criticando Vini, sob os títulos “Chega de injustiças com Mestalla e Valência”, “Prêmio Pinóquio pela ausência de valores” e “Os valores de Vinícius não merecem prêmios”.

Depois do episódio de racismo no Estádio Mestalla, no começo do ano, o Valencia posicionou-se em algumas situações. Quando Vini Jr. depôs à Justiça espanhola sobre o caso, o clube contestou e alegou, em nota, que “os torcedores do Valencia não podem ser classificados como racistas”. Ao final do comunicado, foi pedida uma manifestação pública do brasileiro sobre o depoimento. O Valencia chegou a ser punido pelo Comitê de Competições da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) em razão dos ataques racistas a Vinícius Júnior. O setor “Mario Kempes” do Estádio Mestalla, onde ocorreu a maior parte das ofensas ao brasileiro, ficou sem receber torcedores por cinco partidas. Houve ainda multa de 45 mil euros, cerca de R$ 241 mil. À época, a direção da equipe espanhola classificou como “injusta” as punições. Além disso, o clube acusou Rodrygo, também do Real Madrid, de mentir sobre o caso.

Outros episódios de racismo contra o brasileiro foram registrados desde então. Quando o Real Madrid enfrentou o Sevilla, um torcedor imitou um macaco para Vinicius Jr. O clube o identificou e expulsou. Em caso mais recente, torcedores do Barcelona foram flagrados gritando insultos contra o brasileiro.

Ao receber Prêmio Sócrates, Vinicius Jr foi elogiado pelo lendário ex-atacante Didier Drogba, mestre de cerimônia da premiação. Exaltado pelo marfinense justamente em razão de sua luta contra o racismo, o brasileiro falou que está cansado de falar sobre o tema, mas que entende que não pode abandonar a pauta. “Estou preparado para sempre poder falar quando for necessário. Eu vim lutar elas crianças, espero que todos os jogadores possam nos ajudar. É muito triste eu ter que falar sempre sobre o racismo. Eu gosto de falar sobre futebol, é muito triste, mas quero pedir a força para seguir na luta. Que as crianças que venham a seguir, sofram menos”, afirmou.

Rodrygo também marca em goleada do Real Madrid

Vini Jr. e Rodrygo marcaram duas vezes cada e o segundo ainda contribuiu com duas assistências no estádio Santiago Bernabéu, na capital espanhola, neste sábado pela 13ª rodada do Campeonato Espanhol. O triunfo manteve o Real na briga pela liderança da tabela. A equipe de Madri soma 32 pontos, dois atrás do surpreendente Girona, que também venceu neste sábado o Rayo Vallecano por 2 a 1 e sustentou a ponta. Já o Valencia é o nono colocado, com 18 pontos.

A partida deste sábado foi cercada de expectativa por reunir pela primeira vez os dois times após o rumoroso caso de racismo contra Vinicius Júnior, em maio deste ano. Aquele jogo, disputado na casa do Valencia, chegou a ser interrompido pelos diversos insultos racistas que vinham das arquibancadas em direção ao brasileiro.

Publicidade

Ancelotti e Vini Jr. comemoraram a goleada do Real Madrid, que colocou o clube perto da liderança da LaLiga. Foto: Jose Breton/AP

Seis meses depois do caso de racismo no estádio do Valencia, as preocupações sobre novas ofensas ao brasileiro ficaram em segundo plano quando a bola rolou. Isso porque o Real não perdeu tempo e abriu o placar logo aos dois minutos, com gol de Carvajal e assistência de Kroos, que acertou a trave cinco minutos depois. Vini Jr. foi um dos destaques do primeiro tempo. Após desperdiçar duas grandes chances, ele deixou sua marca aos 41, com um inesperado gol de peito. Rodrygo cruzou da direita e Vini pulou de peixinho para escorar de peito.

O segundo tempo começou do mesmo jeito que acabou o primeiro: com gol de Vinicius Júnior. Logo aos 3, Rodrygo deu mais um passe importante para o compatriota, que avançou pela esquerda, cortou para o meio e bateu da entrada da área: 3 a 0. Apenas um minuto depois, Rodrygo deixou temporariamente sua função de “garçom” para também deixar sua marca na partida. Ele aproveitou erro feio na saída de bola do goleiro do Valência, entrou na área e anotou o quarto gol da partida. Não satisfeito, depois de o Real desacelerar em campo, o brasileiro voltou à carga aos 38, quando recebeu pela esquerda, entrou na área e bateu no canto, fazendo 5 a 0. Antes dos acréscimos, o Valência descontou com gol de Hugo Duro, aos 43.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.