PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

O vôlei com conhecimento e independência

Fabíola: 'Vou me cuidar durante a gravidez e não desisti da Olimpíada'.

Se engana quem acha que Fabíola desistiu de disputar os jogos olímpicos do Rio de Janeiro.

PUBLICIDADE

Por Bruno Voloch
Atualização:

Grávida de 5 meses, a levantadora conversou com o blog e deu a primeira entrevista desde que deixou o Volero Zurich, da Suíça.

Em Caldas Novas, município do estado de Goiás, Fabíola confessou que não esperava engravidar agora, mas não esconde a felicidade de ser mãe pela segunda vez.

 Foto: Estadão

A jogadora elogiou a atitude dos dirigentes do clube suíço e contou como foi a rápida conversa com o técnico da seleção José Roberto Guimarães:

Como você recebeu a notícia da gravidez? Era algo programado?

'Fiquei muito feliz e ao mesmo tempo muito surpresa. Simplesmente aconteceu. Era algo que eu queria sim, mas não para agora'.

Publicidade

 Foto: Estadão

E como o Volero Zurich, que tinha acabado de contratar você, reagiu?

'No primeiro momento não foi fácil. Após a gente conversar e eu explicar a situação e como tudo aconteceu eles me deram apoio. Todos me trataram com muito carinho, especialmente o presidente do clube. Isso me deu segurança'.

É verdade que você fica no clube até 2017?

'Sim. Renovei mais uma temporada e fico para 2016/17'.

A gravidez pode atrapalhar seu projeto de disputar uma olimpíada?

Publicidade

'O que posso dizer é que vou fazer de tudo para me cuidar durante a gravidez. Espero estar pronta para jogar. Tudo isso claro se o Zé Roberto me convocar. É meu sonho e vou continuar em busca desse objetivo. Não desisti'.

 Foto: Estadão

Você conversou com o Zé Roberto?

'Sim, logo após a confirmação da gravidez. Ele não esperava e ficou surpreso. Disse ainda que contava comigo'.

Você já sabe o sexo do bebê?

Sim. Vou ter outra menina.

Publicidade

E o nome? Você já escolheu?

Já. Vai se chamar Annah Vitória.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.