PUBLICIDADE

Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo: quem se reforçou melhor?

Semana é marcada pela reapresentação dos principais clubes do futebol paulista e da elite nacional visando a temporada 2024

Foto do author Rodrigo Sampaio
Por Rodrigo Sampaio
Atualização:

As férias acabaram e os times do futebol nacional começam a se reapresentar. A história não é diferente para os principais clubes paulistas, que já iniciaram os trabalhos visando a temporada 2024. Enquanto a nova gestão do Corinthians reformula o elenco visando colocar o time novamente na primeira prateleira do País, o Santos passa por um processo semelhante, mas com o objetivo de não passar sustos na Série B do Campeonato Brasileiro e retornar à elite. O Palmeiras, por sua vez, faz contratações pontuais para dar mais opções a Abel Ferreira, enquanto o São Paulo terá de correr atrás de um treinador após a saída de Dorival Júnior para treinar a seleção brasileira, a diretoria tricolor tenta qualificar o time para o retorno à Copa Libertadores.

O mercado de transferências deste ano promete ser um dos mais acirrados — e inflacionados — das últimas temporadas. Times como Palmeiras, Flamengo e Atlético-MG dispõem de quantias milionárias para efetuar contratações. Outro clubes, como Corinthians, São Paulo e Internacional, visam a disputa de títulos e começam a disputar jogadores nos bastidores. Há ainda os casos de clubes que instituíram SAF e contam com altos investimentos, como Botafogo, Vasco e Bahia.

A contratação mais badalada até o momento é de Nicolas de la Cruz, jogador da seleção uruguaia de 26 anos, contratado pelo Flamengo junto ao River Plate por R$ 79 milhões. O Atlético-MG venceu a corrida com outros clubes do País e assinou contrato com o meia Gustavo Scarpa, ex-Palmeiras. Já o Bahia acertou a contratação do meia Everton Ribeiro, que deixou o Flamengo após sete temporadas no time carioca.

Rodrigo Garro, Anibal Moreno, Luiz Gustavo e Willian Bigode são alguns dos reforços dos times paulistas para 2024. Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians, Cesar Greco/Palmeiras, Rubens Chiri/spfc.net e Raul Baretta/ Santos FC

CORINTHIANS

PUBLICIDADE

O Corinthians foi ao mercado de transferências prometendo “encerrar a farra de Palmeiras e Flamengo” no futebol brasileiro. A ousadia não é por menos. O novo presidente Augusto Melo prometeu um choque de gestão, contratou um auditoria da Ernst & Young para analisar a real situação financeira do clube e anunciou o “maior patrocínio” do Brasil com uma R$ 360 milhões em três anos, mais uma luva de R$ 10 mi. Com a segunda maior arrecadação do País, a diretoria busca manter o Corinthians superavitário para avançar em negociações de peso.

Para 2024, o Corinthians visa ter um time mais jovem e liberou os medalhões Renato Augusto (35 anos), Giuliano (33) e Gil (36). O lateral-esquerdo Fábio Santos (38) se aposentou, enquanto o volante colombiano Cantillo e o zagueiro uruguaio Bruno Méndez não renovaram. Pedro, negociado com o Zenit (RUS) por 9 milhões de euros (R$ 46,7 milhões), deixou o clube. Gabriel Moscardo, transferido ao Paris Saint-Germain por 20 milhões de euros (R$ 107 milhões), se recupera de cirurgia no pé e se apresenta ao clube francês em julho. Por outro lado, o Corinthians conseguiu manter o zagueiro Lucas Veríssimo e o volante Maycon, que estavam emprestados por Benfica e Shakhtar Donetsk.

Na cerimônia de posse, o presidente Augusto Melo anunciou o volante Raniele, que estava no Cuiabá, o lateral-esquerdo equatoriano Diego Palacios (LA Galaxy) e o meia argentino Rodrigo Garro (Talleres). O lateral-esquerdo Hugo, ex-Goiás, assinou pré-contrato no ano passado e também refrorça a equipe. Os zagueiros Félix Torres (Santos Laguna-MEX), e Gustavo Henrique (Valladolid) também negociam. A diretoria busca também um centroavante de peso. O nome preferido de Augusto Melo era Gabigol, mas o negócio não foi para frente.

Rodrigo Garro é uma das novidades do Corinthians.  Foto: Divulgação/Talleres

PALMEIRAS

O Palmeiras foi o único time da Série A do Campeonato Brasileiro que não contratou na janela de transferências do meio do ano em 2023. Ainda assim, Abel Ferreira soube aproveitar o elenco que tinha em mãos, mudou a maneira do time jogar e conquistou o Brasileirão de maneira história. No último ano de contrato do treinador, a diretoria palmeirense trabalha para aumentar o leque de jogador e ajudar o português a fechar o seu ciclo no clube com pelo menos mais um título.

Publicidade

Os volantes Atuesta e Jailson estão de saída. Enquanto o colombiano procura um novo clube, Jailson acertou transferência ao Celta de Vigo. O jovem zagueiro Lucas Freitas foi emprestado ao Juventude, enquanto o lateral-esquerdo Lucas Esteves assinou pré-contrato e foi em definitivo para o Vitória. Há também os casos de Kevin e Artur, que negociam com Shakhtar Donetsk e Zenit, respectivamente. O clube espera faturar mais de R$ 100 milhões com ambos os atacantes.

Com Zé Rafael improvisado de primeiro volante desde a saída de Danilo, o Palmeiras foi atrás do argentino Aníbal Moreno, do Racing-ARG, para preencher esta lacuna. A ponta-direita ganha o reforço de Bruno Rodrigues, que fez bom campeonato pelo Cruzeiro no ano passado. Para a lateral-esquerda, a diretoria aproveitou o impasse entre São Paulo e Fluminense, e acertou com Caio Paulista, titular da posição no time tricolor em 2023. A diretoria tentou a contratação de Cauly, do Bahia, mas os valores pedidos inviabilizaram a contratação. Caio Alexandre, do Fortaleza, é alvo do Palmeiras desde o ano passado, mas a concorrência com o próprio tricolor baiano, cuja SAF foi adquirida pelo milionário Grupo City, mantém a contratação distante.

Anibal Moreno reforça o Palmeiras a partir da temporada 2024.  Foto: Fabio Menotti/Palmeiras

SÃO PAULO

Assim como o Palmeiras, o São Paulo esperava fazer contratações pontuais e qualificar o elenco para a temporada 2024. Contudo, a saída de Dorival Junior para assumir a seleção brasileira obrigou a diretoria a ir ao mercado em busca também de um novo treinador. O argentino Juan Pablo Vojvoda, do Fortaleza, e o português Pedro Caixinha, do Red Bull Bragantino, foram procurados, mas declinaram a oferta.

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

Por entender que o atual elenco do São Paulo conta com muitos jogadores, a diretoria liberou alguns atletas e negociou outros atletas. São os casos de Alexandre Pato, Jhegson Méndez, Gabriel Neves, Raí Ramos, Erison e David. O zagueiro Alan Franco, o volante Luan e o atacante Nikão também podem sair. O goleiro Felipe Alves acertou com o Fluminense. O lateral-direito Nathan Mendes acertou em definitivo com o Bragantino e Lucas Beraldo foi vendido ao PSG por 20 milhões de euros (R$ 107,8 milhões).

Com a folga na folha salarial, o São Paulo começou a buscar peças de reposição. O time acertou a chegada do experiente Luiz Gustavo, ex-jogador da seleção brasileira que estava no Al-Nassr, além o atacante Erick (Ceará) e do meia Bobadilla (Cerro Porteño). O clube tem negociações avançadas com o ponta-esquerda Ferreirinha, do Grêmio, e tem interesse no meia argentino Emmanuel Martínez, do América-MG. Sem Caio Paulista, a diretoria trabalha na renovação de Wellington.

Luiz Gustavo foi o segundo reforço anunciado pelo São Paulo para 2024.  Foto: Divulgação/SPFC

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

SANTOS

Rebaixado pela primeira vez para a Série B e fora da Copa do Brasil, o Santos faz uma verdadeira limpa no elenco. Sob o comando de Marcelo Teixeira, que comanda o clube pela terceira vez, a diretoria já dispensou ou negociou quase 20 atletas. São os casos de Soteldo e Dodi, que acertaram com o Grêmio, e Jean Lucas, que fechou com o Bahia. Lucas Lima e Mendoza também não ficam, assim como Marcos Leonardo, vendido ao Benfica por 18 milhões de euros (R$ 96,33 milhões).

O goleiro João Paulo, o zagueiro Joaquim e o volante venezuelano Tomás Rincón aceitaram diminuir os salários e vão continuar no Santos. Agressivo no mercado, o clube já contratou 13 jogadores. A maioria se trata de jogadores experientes e conhecidos de outros clubes, como o zagueiro Gil, o lateral-esquerdo Jorge, os meias Giuliano, Otero e Cazares, e o atacante Willian Bigode. O volante Diego Pituca, destaque do time da Vila em 2022, também foi repatriado. O responsável por treinar a equipe é Fábio Carille, que retorna ao clube após dois anos.

Fabio Carille retorna ao Santos para a temporada 2024.  Foto: Ivan Storti/Santos FC
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.