PUBLICIDADE

Publicidade

Por que Endrick comemora gols com gesto de ‘King Kong’? Atacante do Palmeiras explica

Jovem de 17 anos balançou as redes em goleada sobre o Liverpool, em Montevidéu, na noite desta quinta-feira pela Libertadores

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

O atacante Endrick é fã do personagem Kong e vem imitando o protagonista do filme na comemoração de seus gols pelo Palmeiras. Ocorre que os uruguaios do Liverpool entenderam a celebração como uma provocação e iniciaram uma confusão no Estádio Centenário, em Montevidéu. Alguns rivais partiram para cima do jovem atacante, que no fim, mostrou-se feliz com uma noite mágica, saiu ovacionado pela torcida rival, mas precisou dar explicações.


Na hora do gol de cabeça, o terceiro do Palmeiras, Endrick não teve dúvidas em imitar o gorila Kong. Ocorre que em tempos de combate ao racismo, muitos uruguaios pensaram que ele estava acusando a torcida de tê-lo ofendido. E os jogadores do Liverpool optaram por partir para a briga.

Endrick balançou as redes no Estádio Centenário de Montevidéu em goleada do Palmeiras. Foto: Matilde Campodonico/AP

Graças aos companheiros, Endrick foi protegido, pediu desculpas às a arquibancadas, mas o técnico Abel Ferreira se viu obrigado a substituí-lo, evitando alguma agressão física no recomeço da partida. O Palmeiras tinha tranquilos 3 a 0, ainda anotou mais duas vezes, e o técnico fez o certo para proteger a joia.

“Estou feliz pelo gol e pela assistência (para Raphael Veiga)”, iniciou o atacante, no Paramount, antes de explicar a comemoração. “Talvez por ter sido ali do lado da torcida deles e não entenderam. Mas é um gesto que faço. Fiz também contra o Independiente (Del Valle) e falaram que foi uma comemoração bonita”, afirmou. “Só quero mostrar que gosto do filme do Kong.”

Endrick marcou mais um gol pelo Palmeiras na noite desta quinta-feira, em Montevidéu. Foto: Eitan Abramovich/AFP

O atacante até brincou de como tentou se defender em campo. “Consegui falar em espanhol com eles (está se aprimorando para defender o Real Madrid e saber se comunicar no clube que se apresentará no meio do ano). O camisa 3 (zagueiro De Los Santos) entendeu, mas o 7 (meia Lemos) não aceitou muito”, seguiu.

Endrick comemora com gesto de Kong e irrita uruguaios em Montevidéu. Foto: CESAR GRECO

Nas redes sociais, após o jogo, Endrick publicou uma foto sua com um trecho da música “Salve”, dos Racionais MC’s. “Pregando a igualdade um homem chamado Jesus só ele sabe a minha hora”, escreveu o atleta.

PUBLICIDADE

O técnico Abel Ferreira saiu em defesa de Endrick durante a entrevista coletiva. “Sei que gostam de polêmica. O Endrick tem o coração muito puro. Ele já tinha feito essa comemoração contra o Independiente del Valle. Quem o conhece da formação, sabe que essa era uma forma que ele tinha de comemorar, porque ele gostava muito de um filme, que vocês todos conhecem”, explicou o português.

Apesar do pequeno desentendimento, Endrick viu que no fim tudo acabou solucionado. Ele deu sua camisa ao gandula uruguaio e ainda viu a torcida do Liverpool fazer coro com seu nome, provando que vem se tornando um ídolo também fora do Brasil.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.