PUBLICIDADE

Publicidade

Messi nos EUA: conheça ex-soldado que foi escolhido por Beckham como segurança do argentino

Guarda-costas tem especialidade em uma série de lutas e já serviu os Estados Unidos em guerras fora do país

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Títulos não faltam para Lionel Messi. Campeão por onde passou, o argentino se tornou mundialmente conhecido e decidiu, de acordo com suas próprias palavras, “sair dos holofotes” ao se transferir para o Inter Miami, dos EUA. Nem mesmo em um país que pouco simpatiza com o “soccer” masculino um astro passa despercebido. Por isso, o campeão mundial conta com um segurança particular até na beira do gramado.

Diante da cobiça de fãs por fotos e autógrafos, além dos óbvios cuidados por se tratar de uma pessoa popular, o Inter Miami decidiu colocar um guarda-costas para proteger Messi. Trata-se de Yassine Cheuko, um ex-soldado americano, que esteve no front nas guerras no Iraque e Afeganistão, em um grupo de elite do exército dos EUA. Ele é especialista em várias artes marciais e acompanhou o craque argentino na premiação da Bola de Ouro 2023.

Chueco não é apenas um praticante de lutas de defesa. Ele costuma competir. De acordo com o jornal Miami Diario, o segurança luta tae kwon do, boxe e MMA. Quem entra em suas redes sociais não encontra nenhuma menção a Messi, apenas vídeos e fotos de lutas e treinamentos. Confira:

Nas negociações para a ida de Messi para a MLS, o ex-astro do futebol David Beckham foi fundamental no processo. Um dos donos do Inter Miami, o inglês também foi o responsável por escolher pessoalmente quem faria a segurança do campeão mundial da Copa do Catar.

Messi é seguido de perto pelo seu guarda-costas particular após o jogo em Nova Jersey. Foto: Vincent Carchietta/ USA TODAY Sports

Em sua mais recente publicação nas redes sociais, há dois meses, o ex-soldado aparece em uma academia de artes marciais em treino técnico e físico. Em uma das imagens, é visto levantando peso com os dentes. No Instagram, Cheuko conta com 165 mil seguidores, um deles é o craque Messi.

Também em sua página, o guarda-costas exibe uma frase motivacional que dialoga com sua profissão e personalidade. “O homem forte não é o bom lutador ou o bom boxeador. O homem forte é só aquele que se controla quando está com raiva”. Ele é pago para proteger Messi.

A atividade do lutador junto a Messi não se limita aos jogos de futebol. Ele acompanha a maioria dos afazeres do argentino fora de sua casa, como compras, passeios e afins. Antes das partidas, é o primeiro a descer do ônibus para fazer uma varredura no caminho que o craque percorrerá até o vestiário e, em seguida, ao gramado. Foi treinado para isso.

Publicidade

Segurança tem como missão impedir contato de pessoas alheias ao jogo com Messi. Foto: Brad Penner/ USA TODAY Sports

De acordo com a imprensa americana, Cheuko lidera uma equipe de 50 pessoas que cuidam da segurança de dos Messi nos EUA, como mulher e filhos, mas cabe a ele seguir de perto o craque argentino.

Na web, o público tem se divertido com a presença do segurança. Há quem diga que o ex-soldado marca Messi melhor do que qualquer adversário no futebol. Cheuko é visto na lateral do gramado, acompanhando de perto os movimentos do jogador dentro de campo. Se alguém tentar invadir, o guarda-costas entrará em ação. Não para brigar, para para impedir que qualquer um não autorizado chegue ao atleta. Já aconteceu. Na Leagues Cup, no momento em que um torcedor invadiu o campo para tirar uma selfie com Messi, o segurança foi o primeiro a afastá-lo.

Inter Miami x Nashville SC: onde assistir e horário do jogo da MLS

Nesta quarta-feira, o time de Messi volta a jogar pela liga nacional, a MLS. Depois de bater o New York Red Bulls fora de casa por 2 a 0, o Inter Miami reencontra o Nashville SC, adversário da final da Leagues Cup, que marcou o primeiro título do novo astro com o time da Flórida. A bola rola às 20h30 e terá transmissão da AppleTV+, por meio do MLS Season Pass.

Dessa vez, o jogo acontece no Lockhart Stadium, casa do Inter Miami. Na Conferência Leste, o time de Messi aparece na 14ª posição, com 21 pontos, 12 a menos do que o nono colocado, o Chicago Fire, que seria o primeiro classificado para os playoffs. O Nashville está em sétimo lugar, com 38 pontos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.