Publicidade

Nenê faz a vez de intérprete e ajuda TV a entrevistar atacante congolês do Criciúma

Experiente atleta do Juventude traduz pergunta para Yannick Bolasie após empate entre as equipes na estreia do Brasileirão

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Uma cena inusitada chamou a atenção na primeira rodada do Campeonato Brasileiro. No Estádio Heriberto Hülse, após o empate entre Criciúma e Juventude, por 1 a 1, o experiente jogador Nenê, que atua na equipe de Caxias do Sul, foi chamado para ser intérprete em uma entrevista com Yannick Bolasie, atacante do time catarinense que nasceu na França e é naturalizado congolês.

Nenê, de 42 anos, tem no currículo uma longa e vitoriosa passagem no futebol francês, por isso ele tem domínio da língua. O jogador do Juventude atuou por Mônaco e Paris Saint-Germain, totalizando quatro temporadas completas no país europeu. Já Bolasie, de 34, chegou este ano no Criciúma. Ele atuou principalmente na Inglaterra, em equipes médias, como Crystal Palace, Everton, Aston Villa e Swansea.

Nenê conversa com Yannick Bolasie em francês após Criciúma x Juventude na estreia do Brasileirão. Foto: Reprodução/Premiere

Na entrevista, Nenê ficou encarregado de questionar o congolês sobre sua primeira participação em um jogo do Brasileirão. “Ele disse que está contente, que a chuva dificultou um pouco, deixou o campo pesado. Mas ele gosta bastante de estar no Brasil”, traduziu o jogador.

Recém promovidos à Série A do Campeonato Brasileiro, Criciúma e Juventude ainda estão com espírito de Série B. Neste sábado, a dupla fez um jogo parelho, de muita disposição e pouca inspiração. Renato Kayzer abriu o marcador para os donos da casa, aos 36 minutos do primeiro tempo. No entanto, Jean Carlos deixou tudo igual aos 19 da etapa complementar. Assista aos gols e melhores momentos:

Retornando à elite após 10 anos, o Criciúma soma seu primeiro ponto, em um campeonato cuja meta é a permanência. Já o Juventude fez o tradicional “bate e volta” e também inicia o torneio de olho nos 45 pontos para se manter na elite.

Na segunda rodada, o Criciúma visita o Atlético-MG, na quarta-feira, às 20h00, na Arena MRV, em Belo Horizonte. No mesmo dia e horário, o Juventude recebe o Corinthians, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.