PUBLICIDADE

Xavi anuncia que vai deixar o Barcelona: ‘É hora de ir embora’

Treinador conversa com diretoria após derrota por 5 a 3 para o Villarreal e comunica que sairá do comando em junho, ao fim da temporada

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

A derrota de 5 a 3 do Barcelona para o Villarreal neste sábado, dia 27, pelo Campeonato Espanhol, causou profundos estragos no time catalão. O maior deles, além do revés, é a saída de Xavi Hernández do comando da equipe. Na entrevista coletiva após a partida, o treinador abriu o jogo e comentou sobre o seu descontentamento como o momento da equipe e, principalmente, a pressão que vem sofrendo pelos resultados recentes.

PUBLICIDADE

“Situação que exige bom senso. Decidi que no dia 30 de junho não continuarei mais como treinador do Barcelona. Tenho conversado com a diretoria e acho que o clube precisa de uma mudança de dinâmica. Pensando no clube e nos jogadores, acho que vão se libertar e ter mais tranquilidade”, afirmou o treinador. “Chegamos a um ponto sem volta. É hora de mudar. Como ‘culé’, acho que é hora de ir embora”, completou.

Xavi é o segundo treinador de um grande da Europa que anuncia seu fim de linha nesta temporada. Klopp fez o mesmo em relação ao Liverpool. Ambos ficam no cargo até o fim da temporada e depois vão embora. Isso dará tempo para as diretorias arrumarem outro treinador.

Os recentes resultados do Barcelona vêm contribuindo para aumentar a pressão sobre o treinador. O primeiro sintoma foi o vice-campeonato da Supercopa da Espanha para o Real Madrid. A queda para o Athletic de Bilbal, nas quartas de final da Copa do Rei piorou ainda mais o ambiente.

Xavi Hernández anunciou que deixará o comando do Barcelona ao fim da temporada, em junho. Foto: Enric Fontcuberta/ EFE

“A sensação de ser treinador do Barça é desagradável, é cruel, você sente que muitas vezes te desrespeitam, que seu trabalho não é valorizado. Isso é um dreno terrível para a saúde mental. Sou um cara muito positivo, mas a energia está caindo a tal ponto que não tem mais sentido continuar”, afirmou o treinador.

Xavi continua até o dia 30 de junho e garante que nesses meses que faltam para a sua saída, todos no elenco vão fazer o seu melhor. “Espero que possamos ganhar a Liga dos Campeões. Vamos lutar e competir”, afirmou o treinador.

O ex-companheiro de equipe do ex-meia nos tempos de jogador, o ex-zagueiro Rafa Márquez, treinador do time B do time catalão, colocou-se à disposição para assumir o elenco principal.

Publicidade

Rafa Márquez se colocar à disposição

Ex-companheiro de equipe de Xavi nos tempos de jogador, o ex-zagueiro Rafa Márquez, treinador do time B da equipe catalã, colocou-se à disposição para assumir o elenco principal. “Quem não gostaria de ser treinador do Barça? Vou continuar trabalhando muito, é apenas a minha segunda temporada como treinador. A diretoria terá tempo para pensar cuidadosamente até o final da temporada. Mas você não pode dizer não a uma oportunidade como esta”, afirmou o ex-zagueiro mexicano.

O Barcelona B tem contrato com Rafa Márquez até junho deste ano, mas já considera renovar com o treinador, que tem como seu auxiliar o ex-lateral brasileiro Juliano Belletti, que também atuou com o ex-zagueiro nos tempos de jogador entre os anos de 2004 e 2007. Como treinador do Barcelona B, realizou 61 jogos, com 27 vitórias, 17 empates e 17 derrotas.

O Barcelona volta a campo pelo Campeonato Espanhol no sábado, às 14h30 (horário de Brasília), diante do Alavés, pela 23ª rodada.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.