Publicidade

Xavi ‘barra’ Neymar no Barcelona por motivo extracampo, diz imprensa europeia; entenda

Técnico do clube catalão consideraria craque brasileiro uma ‘má influência’ para jogadores mais jovens do elenco; situação financeira também é empecilho

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

O próximo clube de Neymar após sua iminente saída do Paris Saint-Germain segue sendo um mistério. Neste momento, o destino mais cogitado é o Barcelona, com até seu suposto salário no clube catalão revelado por um programa de TV, mas há um “obstáculo”: Xavi Hernández. De acordo com informações do jornal espanhol AS, o técnico blaugrana não é dos mais entusiastas à chegada do atacante por ele ser uma “má influência”. No fim da tarde deste sábado, o portal francês RMC Sport, notificou que o astro brasileiro estaria sendo negociado para o Al-Hilal, da Arábia Saudita.

O Barcelona tem, atualmente, uma diversidade de jogadores jovens em seu elenco, entre eles os já consolidados Gavi e Pedri, e o ex-meio-campista tem medo de que o comportamento extracampo do craque tenha um impacto negativo na postura desses atletas. O histórico recente de lesões não parece ser um fator decisivo neste caso, ao menos é o que noticia a mídia europeia.

Neymar está de saída do PSG e destino mais cotado no momento é seu ex-clube Barcelona. Foto: Richard A. Brooks/AFP

PUBLICIDADE

Neymar ainda não se pronunciou sobre o posicionamento de Xavi em relação à sua contratação, mas não é provável que haja quaisquer “rusgas” entre os dois, já que eles conquistaram juntos a Liga dos Campeões de 2014-2015 e têm respeito mútuo. A opinião do meio-campista, ao momento, parece ser estritamente fora do campo pessoal.

Não é novidade que o brasileiro tem uma vida agitada fora de campo, sendo presença frequente em festas ou organizando as suas. No País, sempre ressurge o debate sobre ele ainda não ter amadurecido com 31 anos. Para o próprio, isso não deveria ser motivo de críticas, já que se mantém no auge durante muito tempo, mesmo com lesões. “Tem de me cobrar com o que eu faço dentro de campo”, disse Neymar em 2021 ao canal FuiClear em uma entrevista sobre o assunto.

No fim de semana passado, Neymar foi a Ibiza, na Espanha, para participar de uma famosa balada. Ao lado de seu pai, o jogador aproveitou a festa Ushuaia e encontrou com famosos. Em fevereiro, a imprensa francesa noticiou que vizinhos do jogador reclamaram das festas barulhentas em sua mansão em Bourgival, uma cidade de 9 mil habitantes a oeste de Paris. Comemorações de aniversário e títulos se estendem pela madrugada.

Em dezembro, poucos dias depois da eliminação da seleção brasileira da Copa do Mundo do Catar, Neymar organizou uma festa na casa de sua irmã, Rafaella Santos, na capital paulista. Gabriel Medina, João Gomes, Livinho e MC Daniel marcaram presença.

Há alguns meses, o atacante também anunciou que terá um cruzeiro marítimo temático entre Santos e Búzios. Uma das imagens de divulgação do “Navio Ney em Alto Mar” vem acompanhada da frase “três dias de ousadia e alegria a bordo com um dos maiores ídolos do futebol.”

Publicidade

As contusões, mesmo que não tenham sido indicadas como fator preocupante para Xavi, também o atrapalharam em grande parte de sua carreira. Desde que chegou ao PSG, em 2017, foram 12 contusões e cerca de 500 dias parado para tratamento. A mais recente foi uma lesão no tornozelo contra o Lille e a necessidade de cirurgia, que o deixou alguns meses de fora. Na Copa do Mundo do Catar, ele quase perdeu o torneio pelo mesmo motivo e teve que jogar as últimas partidas da seleção brasileira “no sacrifício”.

Neymar tem respaldo de setores do Barcelona

Além da diretoria e sua intensa procura pelo atacante, há mais setores que apoiam a contratação principalmente como reposição a Ousmane Dembélé, que recém saiu para o PSG - o negócio seria basicamente uma “troca” entre as instituições. Como o elenco não conta atualmente com muitas peças de reposição no ataque, acrescentaria profundidade para a temporada que se inicia neste mês.

No entanto, Neymar tem mais um empecilho para sua transferência, e não por culpa dele, mas sim por questões financeiras do Barcelona. O clube atualmente luta para ficar dentro das regras do Fair Play financeiro e tem apenas 13 atletas inscritos no sistema do Campeonato Espanhol; todos os reforços para a temporada ainda não estão na lista de jogadores.

Atletas como o volante Ilkay Gündogan, que chegou sem custos do Manchester City, o zagueiro Iñígo Martínez, ex-Athletic Bilbao, e Ronald Araújo, Iñaki Peña e Sergi Roberto, que já estavam na equipe e tiveram seus vínculos renovados, ainda não foram registrados como atletas do clube catalão. Por isso, também, o salário do brasileiro seria reduzido em relação ao que ganha no PSG.

Forte concorrência do mercado

Outros clubes interessados em Neymar na Europa são Chelsea, Newcastle e Manchester United, do futebol inglês, e Milan, do italiano. O crescente Campeonato Saudita e suas cifras milionárias também estão de olho, com o Al-Hilal surgindo como um forte candidato - a negociação com os árabes já foi, inclusive, dada como ‘encaminhada’. O Campeonato Americano corre por fora, visto que o craque já declarou ter algum interesse de jogar lá, além de ficar mais próximo do amigo Lionel Messi.