Publicidade

Vale nocaute? Entenda as regras da luta entre Popó e Bambam

Ex-campeão mundial de boxe e vencedor do BBB sobem no ringue neste sábado, dia 24; veja detalhes do combate

PUBLICIDADE

Foto do author Róbson Martins
Por Róbson Martins
Atualização:

Acelino Popó Freitas, ex-campeão mundial dos superpenas e leves, e Kléber Bambam, influencer e primeiro vencedor do BBB, protagonizam a luta principal do Fight Music Show 4, neste sábado, dia 24, em São Paulo. O confronto ficou marcado por muitas provocações entre os adversários nos últimos dias e terá algumas regras específicas. A transmissão ao vivo fica por conta do Canal Combate, e a TV Globo exibe a reprise posteriormente.

A seguir, veja as particularidades da luta:

Popó Freitas e Bambam lutam neste sábado. Foto: Mariana Lima/Fight Music Show

Peso combinado e vencedor

A luta será realizada sob regras de peso combinado, uma vez que Popó pesa 83,9 kg, enquanto Bambam tem 90 kg. Apesar de ser um evento de exibição, nocautes serão permitidos, e um vencedor será anunciado. Contudo, é importante ressaltar que o resultado não será adicionado ao cartel oficial dos lutadores.

Sem limites de knockdowns

Diferentemente de outros eventos de boxe, não haverá um limite de knockdowns. Os seis rounds planejados, cada um com dois minutos, podem testemunhar quedas espetaculares sem restrições.

Arbitragem

Por sinal, as regras gerais do boxe serão aplicadas, incluindo a contagem de pontos para determinar o vencedor e a proibição de golpes abaixo da cintura. A supervisão ficará a cargo de um árbitro da Comissão Nacional de Boxe (CNB), que terá a decisão final caso a luta precise ser interrompida.

O Fight Music Show foi criado em 2022 e reúne ex-lutadores profissionais e celebridades pela quarta vez. Na primeira edição, por exemplo, Popó enfrentou o comediante Whindersson Nunes em um embate que terminou em empate técnico. A noite também terá outros confrontos, como Nego do Borel contra MC Gui e Emilene Juarez contra Fernanda Lacerda.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.