EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Futebol, seus bastidores e outras histórias

Opinião|Neymar e Dudu: dois meses de diferença separam a volta dos jogadores após cirurgias no joelho

Atacante do Palmeiras já treina em campo com os companheiros, enquanto atleta do Al-Hilal, que colocou sua idolatria à prova na Vila durante vitória do Santos contra o Corinthians, trabalha para fortalecer o local da intervenção

PUBLICIDADE

Foto do author Robson Morelli
Atualização:

Neymar e Dudu estão separados por dois meses em suas respectivas recuperações após cirurgias de ligamentos nos joelhos: o atacante do Palmeiras na perna direita e o atleta do Al-Hilal na perna esquerda. Dudu retomou nesta semana os trabalhos de campo com os companheiros, não ainda na mesma pegada, mas ao menos não mais isolado nos aparelhos frios da academia e com um fisioterapeuta exclusivo, com as visitas regulares dos companheiros do time. No domingo passado, para tirá-lo dessa agenda chata, mas necessária, o Palmeiras resolveu levá-lo para Minas Gerais a fim de acompanhar de perto a decisão da Supercopa com o São Paulo, com derrota nos pênaltis.

PUBLICIDADE

Neymar está em outra fase de sua recuperação. Mais atrasado. Esteve na Vila Belmiro nesta quarta-feira, na vitória do Santos sobre o Corinthians, colocando sua idolatria à prova. Ele vestia a camisa do Santos e foi ovacionado por 13 mil santistas, pedindo sua volta, o que parece impossível nesse momento. Ele tem contrato com o Al-Hilal por mais uma temporada. Neymar segue com seu trabalho de fisioterapia, como exercícios localizados e de equilíbrio, na intenção de fortalecer o joelho operado para todos os movimentos naturais.

Neymar não entrou ainda na parte de campo. Ele foi operado no dia 2 de novembro de 2023, dois meses depois da intervenção cirúrgica em Dudu (5 de setembro). Essa é a diferença do tratamento e do estágio de recuperação de ambos. Não há como antecipar os prazos ou as etapas.

Dudu já começou a treinar do gramado da Academia do Palmeiras: atacante se recupera de cirurgia no joelho direito Foto: Cesar Greco / Agência Palmeiras

Existia a esperança de Neymar jogar a Copa América com a seleção nos Estados Unidos em junho, mas essa possibilidade já foi descartada. Se tudo correr bem, ele só volta a joogar em agosto, já entrando no seu segundo ano de contrato com o clube saudita. Também estará fora dos Jogos Olímpicos, caso o Brasil avance no Pré-Olímpico. Ele vai voltar no Al-Hilal e não na seleção. Ele poderia disputar a Olimpíada naquela condição de atleta acima dos 23. Ele ganhou o torneio em 2016, mas estava na equipe na edição de Tóquio, em 2021. 

Dudu está mais animado. Ele não vai jogar o Paulistão nem o começo de todas as competições do Palmeiras, mas estará preparado para ajudar o time nas fases mais agudas, tanto na Copa do Brasil quanto na Libertadores e Brasileirão. Sua volta não tem data marcada, mas há muita expectativa para ser em maio. Abel conta com ele. A presidente Leila Pereira conta com ele. Os companheiros contam com ele. E a torcida não vê a hora de ele voltar.

Publicidade

Neymar é ovacionado pela torcida do Santos na Vila Belmiro em vitória do time contra o Corinthians pela Paulistão Foto: Santos FC

Neymar teve seu contrato suspenso no Al-Hilal, mas o clube mantém seu compromisso financeiro com o jogador. Sua vaga no elenco foi oferecida para outro atleta estrangeiro. Jorge Jesus, técnico do time, não fala do atacante nem conta com ele para a temporada. Sua volta ainda é uma condição obscura, principalmente com essa movimentação de retorno ou desejo de retornar para a Europa por parte de alguns dos jogadores contratados pelos clubes sauditas.

Opinião por Robson Morelli

Editor geral de Esportes e comentarista da Rádio Eldorado

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.