PUBLICIDADE

Análise|Zverev derruba Alcaraz e vai à semifinal na Austrália, com o palmeirense Paulo Nobre na torcida

Alemão vai disputar uma semifinal em Melbourne pela segunda vez na carreira; ele busca sua primeira final no torneio e abertura da temporada no tênis

Foto do author Felipe Rosa Mendes
Atualização:

Em um dos duelos mais aguardados deste Aberto da Austrália, o alemão Alexander Zverev surpreendeu o espanhol Carlos Alcaraz e avançou à semifinal do primeiro Grand Slam da temporada. Zverev, atual número seis do mundo, venceu por 3 sets a 1, com parciais de 6/1, 6/3, 6/7 (2/7) e 6/4, em 3h06min de duelo. Atual campeão de Wimbledon, Alcaraz tinha um torcedor brasileiro nas arquibancadas, o ex-presidente do Palmeiras Paulo Nobre, que exibia as cores e a bandeira do clube paulista diante das câmeras da quadra.

PUBLICIDADE

Zverev vai disputar uma semifinal em Melbourne pela segunda vez na carreira. Ele busca sua primeira final no torneio. Seu próximo adversário será o russo Daniil Medvedev, que superou o polonês Hubert Hurkacz numa batalha de cinco sets e de quase quatro horas de duração. O número três do mundo venceu por 3 a 2, com parciais de 7/6 (7/4), 2/6, 6/3, 5/7 e 6/4.

Foi um grande duelo, dos mais aguardados desta chave masculina do Aberto da Austrália. Mas os torcedores se decepcionaram com o primeiro set, principalmente o brasileiro Paulo Nobre, que torcida pelo tenista espanhol.

Zverev avança no Aberto da Austrália Foto: PAUL CROCK / AFP

O atual campeão de Wimbledon fez uma atuação abaixo do esperado, oscilando entre erros não forçados e jogadas cautelosas demais. Acabou sofrendo duas quebras de saque numa performance acima da média de Zverev. O alemão dominava com sobras o rival espanhol, diante do espanto da torcida, que esperava por um confronto equilibrado.

Alcaraz apresentou desempenho superior no segundo set, mas ainda estava abaixo de Zverev. Com a confiança elevada, o tenista alemão aproveitou oscilação do espanhol para buscar uma quebra e encaminhar mais um set, abrindo 2 a 0.

O jogo só foi equilibrado, de fato, na terceira parcial, quando o vice-líder do ranking elevou mais um pouco o seu nível e os dois tenistas passaram a protagonizar bons ralis do fundo de quadra. Zverev sacava para fechar o set e o jogo, mas sofreu uma inesperada quebra. O duelo parelho precisou ser definido no tie-break, quando novamente o alemão começou melhor.

Desta vez, porém, Alcaraz reagiu a tempo e buscou uma virada no placar, sem dar novas chances ao adversário. O triunfo no set forçou a disputa da quarta parcial, na qual Zverev começou mal. O alemão sofreu uma queda no fundo de quadra e precisou de atendimento médico. Recuperado, manteve a solidez no fundo de quadra e os bons ralis com o rival. Cada tenista obteve uma quebra de saque e o jogo manteve o equilíbrio. Até que Zverev voltou a se impor no saque do favorito, abriu nova vantagem e sacramentou o set e a partida. Foi sua quinta vitória em oito jogos contra o espanhol.

Publicidade

Análise por Felipe Rosa Mendes
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.