PUBLICIDADE

F-1: ‘A era de Hamilton acabou’, afirma ex-companheiro de Schumacher na Ferrari

Irvine elogia Verstappen em comparação com heptacampeão: ‘Max é mais jovem, tem um pouco mais de velocidade e uma enorme confiança em sua própria capacidade’

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Lewis Hamilton é dono de sete títulos mundiais de Fórmula 1 e está empatado com Michael Schumacher como dono de mais troféus na categoria máxima do automobilismo mundial. Ainda na ativa, o britânico uqer o oitava título, mas tem enfrentado dificuldades com sua Mercedes e fez temporadas decepcionantes, distantes da Red Bull e do tricampeão Max Verstappen.

PUBLICIDADE

Em entrevista ao jornal italiano La Gazzetta dello Sport, Eddie Irvine, que foi piloto de Fórmula 1 entre 1993 e 2002, passando por Jordan, Jaguar e Ferrari, onde foi companheiro de equipe de Schumacher, fez uma previsão pessimista sobre as chances de Hamilton voltar a a ganhar um título na categoria e comparou o momento vivido por seu compatriota com o de Verstappen.

“A era de vitórias de Hamilton e Mercedes terminou. Ele continua fazendo muito bem ao volante de um Fórmula 1, mesmo que a comparação com Verstappen é difícil, porque Max é mais jovem, tem um pouco mais de velocidade e uma enorme confiança em sua própria capacidade”, disse Irvine.

Eddie Irvine acelera sua Ferrari no Autódromo de Interlagos em 1999. Foto: J.F. Diorio/ AE

Irvine também foi companheiro de equipe de Rubens Barrichello na Jordan, entre 1993 e 1995, e antecedeu o brasileiro na Ferrari, permanecendo ao lado de Schumacher entre 1996 e 1999. Após deixar a escuderia de Maranello, pilotou pela Jaguar e também teve um brasileiro no time, Luciano Burti.

Em 1999, Irvine visitou a quadra da Rosas de Ouro e arriscou tocar tamborim. Foto: LC Leite/ AE

O norte-irlandês ganhou quatro corridas na Fórmula 1, todas na temporada 1999. Ele venceu as provas da Austrália, Áustria, Alemanha e Malásia. Naquele ano, Irvine obteve sua melhor colocação no campeonato mundial de pilotos, terminando com o vice.

Dono de 103 vitórias na Fórmula 1, Hamilton não sobe ao lugar mais alto do pódio desde 2021. Segundo Irvine, com a Red Bull implacável nos últimos anos, é difícil de imaginar que alguma equipe possa destronar Verstappen.

“Se a Mercedes montar um carro rápido, o Hamilton poderia ganhar algumas corridas. Ele sabe aproveitar suas oportunidades. No entanto, duvido que ele possa conquistar de novo um campeonato e cumprir o sonho do oitavo título”, disse Irvine.

Publicidade

As primeiras respostas sobre a Fórmula 1 em 2024 começarão a aparecer ao longo da pré-temporada, que acontece entre os dias 21 e 23 de fevereiro, no Bahrein, palco de abertura do campeonato, no dia 2 de março.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.