PUBLICIDADE

Publicidade

F1 divulga calendário de 2025 mantendo recorde de corridas e com GP do Brasil em novembro; veja data

Temporada inicia com GP da Austrália e termina no GP do Abu Dabi

Foto do author Redação
Por Redação

A festiva temporada 2025 da Fórmula 1, que marcará o 75º aniversário do campeonato, terá novidades em seu calendário. O Mundial voltará a ser aberto pelo GP da Austrália, com ajustes para as primeiras etapas do Oriente Médio em razão do Ramadã. A programação prevê repetir o recorde de 24 corridas, com o GP de São Paulo mantido em novembro.

PUBLICIDADE

A maior novidade para 2025 é o retorno da Austrália como a primeira etapa da temporada. Melbourne não sediava a abertura do campeonato desde 2019. Desde então, com exceção da tumultuada temporada 2020, reduzida em razão da pandemia, a F-1 vinha abrindo o calendário pelo GP do Bahrein, país que também vem recebendo os testes da pré-temporada.

Bahrein abriu os últimos quatro campeonatos, incluindo o atual. Em 2025, esta será a quarta etapa da competição. E será seguida pelo GP da Arábia Saudita. Ambas as corridas estão agendadas para o mês de abril. A mudança se deve ao Ramadã, época especial do ano para países onde a maioria da população é muçulmana, com jejum e outras restrições. Em 2025, este período se estenderá até o fim de março.

GP de São Paulo de F-1 será realizado em novembro em 2025.  Foto: Sebastiao Moreira/EFE

Na atual temporada, a organização da F-1 precisou fazer ajustes incomuns em sua programação justamente por causa do Ramadã. Assim, as duas primeiras corridas do ano foram disputadas num sábado, e não no tradicional domingo. O mês sagrado para os muçulmanos começou no dia 10 de março, que seria o domingo do GP saudita.

A corrida, então, foi antecipada para sábado, o que acabou afetando a etapa anterior, no Bahrein. Pelas regras da F-1, há um intervalo mínimo de sete dias entre as provas. Por isso, a corrida no Bahrein também precisou ser antecipada para um sábado, dia 2 de março. O ajuste no calendário foi evitado para 2025 com a realização das duas provas em abril.

A programação para o próximo ano manteve o recorde de 24 provas, que será batido neste ano, e também a regionalização do calendário, concentrando etapas seguidas no mesmo continente. O GP de São Paulo foi mantido no mês de novembro, mais uma vez entre corridas nos Estados Unidos e no México.

A corrida no Autódromo de Interlagos está marcada para o dia 9, duas semanas depois do GP do México (26/10) e duas semanas antes do GP de Las Vegas (22/11). O GP dos Estados Unidos vai abrir esta série de provas nas Américas, em Austin, no dia 19 de outubro.

Publicidade

Confira o calendário da temporada 2025 da Fórmula 1:

  • GP da Austrália: 14 a 16 de março
  • GP da China: 21 a 23 de março
  • GP do Japão: 4 a 6 de abril
  • GP do Bahrein: 11 a 13 de abril
  • GP da Arábia Saudita: 18 a 20 de abril
  • GP de Miami: 2 a 4 de maio
  • GP da Emilia-Romagna: 16 a 18 de maio
  • GP de Mônaco: 23 a 25 de maio
  • GP da Espanha: 30 de maio a 1º de junho
  • GP do Canadá: 13 a 15 de junho
  • GP da Áustria: 27 a 29 de junho
  • GP da Inglaterra: 4 a 6 de julho
  • GP da Bélgica: 25 a 27 de julho
  • GP da Hungria: 1 a 3 de agosto
  • GP da Holanda: 29 a 31 de agosto
  • GP da Itália: 5 a 7 de setembro
  • GP do Azerbaijão: 19 a 21 de setembro
  • GP de Cingapura: 3 a 5 de outubro
  • GP dos Estados Unidos: 17 a 19 de outubro
  • GP do México: 24 a 26 de outubro
  • GP de São Paulo: 7 a 9 de novembro
  • GP de Las Vegas: 20 a 22 de novembro
  • GP do Catar: 28 a 30 de novembro
  • GP do Abu Dabi: 5 a 7 de dezembro
Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.