PUBLICIDADE

Belga de 21 anos sofre ataque cardíaco durante jogo de vôlei pela segunda vez em dois anos

Martin Perin sobreviveu graças a um desfibrilador implantado em 2022; líbero está estável

Por Leonardo Catto
Atualização:

Um jogador de vôlei belga sofreu ataque cardíaco durante um jogo da liga belga. Martin Perin tem 21 anos e é a segunda vez que sofre com problemas no coração em quadra. Desta vez, ele foi salvo por um desfibrilador, implantado após o primeiro incidente. O primeiro caso aconteceu em outubro de 2022. Foi quando o jovem passou a usar o equipamento.

O Maaseik, clube no qual Perin joga, publicou nas redes sociais que o líbero recebeu atendimento médico no momento do incidente e foi internado. Ele está estável e se comunica normalmente. No Instagram, o belga publicou uma mensagem em agradecimento a quem torceu pela sua recuperação. “Obrigado a todos pelo apoio incondicional”, escreveu.

O que é e como funciona essa desfibrilador

PUBLICIDADE

O equipamento utilizado por Perin chama-se Cardioversor-Desfibrilador Implantável (CDI). Conforme publicação do Grupo de Estudos de Cardiologia do Esporte, da Sociedade Brasileira de Cardiologia, o CDI tem o tamanho de um relógio de pulso e é instalado abaixo da clavícula. Ao reconhecer um distúrbio do ritmo cardíaco ao nível de risco, são emitidos impulsos elétricos para reverter esse problema de arritmia.

Martin Perin tem passagens pelas seleções de base da Bélgica. Ele também já disputou partidas pelo time principal no torneio Pré-Olímpico e competições europeias.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.