Publicidade

Rússia vence o Brasil e fica com o título do Mundial de Vôlei

Vitória russa foi conquistada por 3 a 2, com o placar de 15/13 no quinto set

PUBLICIDADE

Por Agencia Estado
Atualização:

A seleção brasileira de vôlei feminino perdeu, na madrugada desta quinta-feira (horário de Brasília), a final do Campeonato Mundial, disputado no Japão. Mais uma vez, as vilãs foram as russas. Como nos Jogos Olímpicos de 2004, em Atenas (Grécia), as atletas européias se superaram no final e venceram o jogo por 3 a 2, com parciais de 15/25, 25/23, 25/18, 20/25, 15/13. Como uma final de campeonato mundial merece, o jogo foi muito aguerrido, com alternância no placar e grandes jogadas. Mas, o Brasil, que havia chegado invicto à decisão (10 vitórias), não apresentou o mesmo ritmo de jogo do resto do campeonato e continua sem o título inédito. Foi a segunda vez que as brasileiras ficaram com o vice - a outra aconteceu em 1994, no Rio de Janeiro, contra Cuba. Com a conquista, a Rússia conseguiu a primeira medalha de ouro desde a extinção da União Soviética, que havia ganhado por cinco vezes o Mundial de Vôlei - 1952, 1956, 1960, 1970 e 1990. O jogo O primeiro set começou disputado, apesar da Rússia sempre estar na frente do placar, o Brasil empatava regularmente. Até que o técnico brasileiro pediu tempo. Na volta, com Fabiana no saque, a seleção brasileira abriu a vantagem e conseguiu a vitória As brasileiras voltaram para a quadra no segundo Set com a mesma empolgação que encerraram o primeiro. Mas logo as russas equilibraram o jogo. Só no final, a Rússia passou a frente e encerrou o Set. A seleção brasileira voltou sonolenta para o terceiro Set. Apesar de um início disputado no placar, não demorou muito para a equipe européia abrir uma vantagem. O Brasil ensaiou algumas reações, mas não consegui encostar no placar e deixou a seleção russa virar o jogo. Mais animadas, as brasileiras voltaram a equilibrar o jogo na quarta etapa. Na metade do Set, a equipe abriu uma pequena margem de pontos e conseguiu manter até empatar o jogo em 2 a 2. Como em toda a partida, o tie brake foi muito disputado. As brasileiras chegaram a ter a vantagem de 13 a 11, mas erraram em detalhes e, no final, deixaram escapar o título e foram obrigadas a assistir as russas comemorarem a vitória. Atualizado às 8h20

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.