PUBLICIDADE

Publicidade

STJD mantém vitória do Vôlei Futuro sobre o Cruzeiro

Time de Araçatuba vence julgamento contra os mineiros e não perderá pontos na Superliga masculina

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

A maior polêmica até o momento da Superliga masculina de vôlei 2008/2009 finalmente teve um desfecho nesta segunda. Por unanimidade, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) resolveu manter a vitória do Vôlei Futuro (SP) sobre o Sada/Cruzeiro (MG) por 3 sets a 1, com parciais de 24/26, 25/22, 25/23 e 25/16. O Confronto, realizado em 14 de janeiro em Araçatuba (SP), foi válido pela primeira rodada do terceiro turno do torneio. O pedido de impugnação do confronto havia sido feito pelo time mineiro devido a um erro ocorrido no quarto set, quando os paulistas venciam o jogo por 2 a 1 e a parcial por 11 a 7. Em um pedido de tempo, os jogadores trocaram gestos ofensivos e o árbitro Paulo Turci aplicou dois cartões amarelos para cada lado. Com isso, além de cada equipe ganhar dois pontos pelas advertências aplicadas ao adversário, era necessário que os dois times fizessem uma rotação. No entanto, de forma equivocada, a arbitragem determinou duas rotações para o Cruzeiro e apenas uma para o Vôlei Futuro. Os mineiros alegaram que este erro interferiu no andamento da partida, mas o STJD não concordou. Na classificação geral da Superliga, o Sada/Cruzeiro segue melhor, pois ocupa a quarta posição, com 29 pontos (12 vitórias e cinco derrotas). Já o Vôlei Futuro é o oitavo colocado, com 24 pontos (sete triunfos e 10 resultados negativos).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.