PUBLICIDADE

Publicidade

Seleção brasileira feminina de vôlei bate Holanda e conquista 6ª vitória na Liga das Nações

Brasil está invicto na competição e encara a Itália no sábado

PUBLICIDADE

Por Estadão Conteúdo
Atualização:

A seleção brasileira feminina de vôlei derrotou a Holanda, por 3 sets a 1, com parciais de 25/17, 20/25, 25/20 e 25/18, em Macau, na China. Foi a sexta vitória consecutiva na Liga das Nações. O Brasil está invicto na competição, depois de quatro triunfos na primeira semana, no Rio de Janeiro, sobre Canadá, Coreia do Sul, Estados Unidos e Sérvia. Nesta segunda semana, o time começou com vitória sobre o Japão por 3 a 2. As brasileiras voltam à quadra no sábado, à 1h30 (horário de Brasília), diante da Itália.

PUBLICIDADE

O Brasil aproveitou as falhas da Holanda para abrir rápido 8 a 2 no placar no primeiro set. Com esforço da holandesa Knollema, o jogo ficou mais equilibrado, mas a primeira parcial foi brasileira, com destaque para Rosamaria: 25 a 17.

A facilidade encontrada no primeiro set fez mal para o Brasil no segundo. O time voltou desconcentrado, cometendo vários erros e viu as holandesas, que ainda buscam vaga na Olimpíada de Paris, abrirem rapidamente 9 a 2.

Brasil vence Holanda e segue invicto na Liga das Nações. Foto: Bruna Prado/AP

O técnico Zé Roberto Guimarães colou a experiente Thaísa, mas a Holanda continuou melhor e chegou a ter 13 a 3. O Brasil passou a forçar bastante o saque, mas o bloqueio não conseguiu impedir o avanço adversário, que com bom aproveitamento nos contra-ataques chegou a ter 20 a 10 no placar.

O final do set foi melhor para o Brasil, que passou a bloquear, diminuiu para 21 a 15 e fez o técnico holandês pedir tempo. A parada não cessou a reação brasileira que chegou a 21 a 18, com sete pontos seguidos, mas no final da parcial as holandesas conseguiram fechar com 25 a 20.

Depois de cada equipe dominar o início de um set, a terceira parcial começou com equilíbrio. Gabi conseguiu um ace, Carol foi bem no bloqueio e Ana Cristina não desperdiçou um contra-ataque e o Brasil abriu 9 a 7.

Um lance polêmico pareceu ter ajudado moralmente o Brasil, quando a arbitragem de um toque na bola na antena após saque da Carol. O ponto confirmado para a Holanda após análise do VAR foi bastante contestado pelo técnico Zé Roberto e o placar ficou 11 a 10 para as brasileiras.

Publicidade

Depois da confusão, o Brasil chegou a abrir 17 a 12 e manteve esta vantagem até o final, fechando o terceiro set em 25 a 20, com bela participação de Ana Cristina.

O quarto set começou com dois bloqueios de Thaísa e erros no saque da Holanda. Com isso, o Brasil abriu 10 a 7. Cada ponto foi bastante disputado e as brasileiras levaram vantagem em alguns contra-ataques, levando a vantagem para 17 a 11. Um ponto de bloqueio de Thaísa garantiu 19 a 13. No final, 25 a 17 e sexta vitória do Brasil.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.