PUBLICIDADE

Vídeo da torcida do Flamengo tem áudio alterado para introduzir canto de apoio a Bolsonaro

Som foi gravado durante sessão em homenagem ao filho do ex-presidente em São Bernardo do Campo, em dezembro

Por Pedro Prata

O que andam espalhando: vídeo da torcida do Flamengo supostamente pedindo a volta do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

O Estadão Verifica investigou e concluiu que: o vídeo teve o áudio alterado. A postagem mais viral foi publicada no TikTok, onde é possível sobrepor sons às imagens. A plataforma informa qual foi o vídeo original de onde o áudio foi extraído. Trata-se de uma sessão da Câmara de Vereadores de São Bernardo do Campo em homenagem a Eduardo Bolsonaro (PL-SP). Apoiadores do ex-presidente estavam na plateia.

Vídeo teve áudio alterado para incluir canto de apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução de página do TikTok/Estadão Verifica

PUBLICIDADE

Saiba mais: a postagem checada foi publicada em 7 de fevereiro no Instagram e já acumula mais de 66 mil curtidas. O vídeo mostra torcedores do Flamengo durante uma partida disputada no Maracanã. No áudio é possível ouvir pessoas cantando “volta, Bolsonaro”.

O movimento dos lábios dos torcedores não condiz com o áudio. Esse é o primeiro indício de que aquele conteúdo pode ter sofrido adulteração.

Ao buscar pela origem do vídeo, a reportagem encontrou o mesmo conteúdo publicado no TikTok dois dias antes, em 5 de fevereiro. Ele foi visto ao menos 1,8 milhões de vezes e recebeu 180 mil reações.

O TikTok permite aos usuários introduzir áudios sobre os vídeos postados. Na postagem analisada, é possível ver que o áudio não é original. Ele foi extraído de outro vídeo. Essa informação aparece juntamente com a legenda do vídeo, mas se perde quando o vídeo é compartilhado em outras redes sociais.

TikTok informa que o áudio daquele vídeo sofreu adulteração. Foto: Reprodução do TikTok/Estadão Verifica

O vídeo original, de onde o áudio foi extraído, foi publicado em 1º de dezembro de 2023 (clique aqui). Ele foi gravado na véspera, durante a 62ª sessão da Câmara de Vereadores de São Bernardo do Campo. Na ocasião, os legisladores municipais deram ao deputado federal Eduardo Bolsonaro o título de cidadão são-bernardense. Apoiadores acompanharam a cerimônia.

Publicidade

A ata da sessão pode ser conferida no site da câmara (clique aqui). O vereador Paulo Chuchu (PRTB), ex-assessor do deputado, gravou a cerimônia e a publicou em seu Instagram (confira aqui). A partir de 1h5min50s, a plateia canta a frase de efeito em apoio ao ex-presidente. Confira a seguir:

No Instagram, alguns usuários apontaram a manipulação do conteúdo. “Sou flamenguista e de direita, mas olha, que montagem malfeita”, escreveu um homem. No entanto, outros deixaram comentários mostrando que acreditaram que o áudio fosse verdadeiro. “Tem quem acredite que Loola (sic) foi eleito. Os sinais estão claros por todos os lugares, que NÃO. Presidente Bolsonaro, eleito pelo povo”, escreveu uma mulher. Ela se referia a uma tese falsa de que o presidente Lula não teria recebido a maioria dos votos nas eleições presidenciais de 2022.

Data do vídeo no Maracanã

Não foi possível identificar a data em que o vídeo com a torcida do Flamengo foi gravado. Algumas repostagens no TikTok afirmam que teria sido no dia 4 de fevereiro de 2024. Naquela data, o Flamengo enfrentou o Vasco pela 6ª rodada do Campeonato Carioca. Não há registros na imprensa profissional de que tenha havido gritos de apoio a Bolsonaro na partida. Também não há, nas redes sociais, vídeos de outros ângulos que poderiam comprovar que a torcida realmente demonstrou apoio ao ex-presidente. A única fonte para tal alegação é o vídeo com áudio adulterado.

O que podemos aprender: as tecnologias para edição de conteúdos audiovisuais estão cada vez mais acessíveis. É preciso ficar atento a alguns detalhes para perceber possíveis manipulações. No caso desta checagem, foi fácil de identificar que o movimento labial das pessoas filmadas não condizia com o áudio.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.