Elon Musk não tirou foto com bandeira do Brasil; imagem tem erros característicos de IA

Perfis no Threads compartilham montagem como se fosse verdadeira; ferramentas que detectam conteúdo gerado artificialmente indicam que fotografia não é autêntica

PUBLICIDADE

Por Maria Eduarda Nascimento

O que estão compartilhando: imagem em que o empresário Elon Musk está segurando uma bandeira do Brasil. Atrás dele, aparece um foguete.

O Estadão Verifica investigou e concluiu que: é falso. Há várias evidências que a imagem foi gerada por inteligência artificial (IA). O Verifica identificou que a foto possui erros característicos de imagens geradas por IA. Um deles é a forma como o lema “Ordem e Progresso”, localizado no centro da bandeira, aparece distorcido e ilegível. As ferramentas Content at Scale e AI or Not, que afirmam detectar conteúdos gerados pela tecnologia, indicaram que a foto não é verdadeira. Além disso, Musk não publicou a imagem no X, rede social da qual é dono.

Imagem publicada por diferentes perfis no Threads foi gerada por inteligência artificial e apresenta inconsistências Foto: Reprodução/Threads

PUBLICIDADE

Saiba mais: Publicada no Threads, a imagem falsa tem sido compartilhada no contexto do embate entre Musk e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. Perfis que publicaram a foto expressaram gratidão ao empresário por supostamente expor e defender a bandeira do Brasil “como se fosse um brasileiro nato”.

Imagens geradas por inteligência artificial costumam apresentar inconsistências que facilitam a identificação da manipulação de imagem. Na foto verificada, o lema da bandeira do Brasil está claramente distorcido. No local onde deveria estar escrito “Ordem”, é possível ler “Oleem”. Já a palavra “Progresso” está escrita com letras sobrepostas, o que dificulta a leitura.

Outro aspecto que indica a geração da imagem pela tecnologia é a forma como os dedos da mão direita de Musk aparecem na imagem. Conforme mostrou o Estadão, ferramentas de inteligência artificial atualmente têm dificuldades em desenhar mãos e dedos. Na foto, os dedos do empresário parecem ter sido fundidos, o que resultou em uma representação confusa da mão que está segurando a bandeira.

Foto de Musk segurando bandeira do Brasil possui erros característicos de imagens geradas por IA Foto: Reprodução/Threads

Ferramentas que detectam conteúdos gerados por IA, utilizadas pelo Verifica, confirmam que a imagem não é verdadeira. De acordo com a ferramenta Content at Scale, a imagem tem 67% de chances de ter sido gerada por inteligência artificial. A análise da IA or Not indica que a imagem provavelmente foi gerada pela tecnologia.

A reportagem também utilizou ferramentas de busca reversa de imagens (veja como fazer aqui) para identificar a origem da foto. A pesquisa não mostrou registros similares ao verificado.

Publicidade

Como lidar com postagens do tipo: Ferramentas de IA que geram imagens têm sido frequentemente utilizadas para criar registros de figuras públicas em contextos irreais. No caso da imagem aqui verificada, a distorção do lema “Ordem e Progresso”, escrito na bandeira, pode ser rapidamente detectada ao analisar os elementos da foto. Ao se deparar com imagens inéditas que mostram pessoas públicas em situações incomuns ou duvidosas, analise a imagem e verifique se mãos, orelhas e cabelos têm imperfeições ou detalhes estranhos. Recentemente, o Verifica separou dicas que ajudam a identificar conteúdos gerados por IA: confira aqui.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.