PUBLICIDADE

É falso que governo Lula mandou desligar bombeamento de água da Transposição do São Francisco

Vídeo mostra canal do Cinturão das Águas do Ceará, que não recebe água desde novembro de 2022 porque vazão só é demandada pelo estado em período chuvoso, a partir de fevereiro

Por Clarissa Pacheco
Atualização:

É falso que o bombeamento de água no Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF), também conhecido como Transposição do São Francisco, tenha sido desligado pelo governo federal assim que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assumiu o terceiro mandato. Um vídeo mostrando um trecho de um canal seco circula em diversas plataformas com legendas falsas que afirmam que o governo Lula desligou as bombas com o objetivo de “deixar o povo sem água” e colocar a culpa em Jair Bolsonaro (PL), além de “voltar com a máfia dos caminhões pipa, mantendo o povo escravizado”. Na realidade, além de as bombas não terem sido desligadas, a água do PISF só é liberada nos canais sob demanda dos estados.

 Foto: Reprodução

PUBLICIDADE

O autor do vídeo não explica onde fez as imagens, mas diz gravar o vídeo no dia 16 de janeiro de 2023 e afirma que o local é um trecho de Transposição do Rio São Francisco. Não é. Embora não haja placas no local, a estrutura das barras de proteção amarelas que aparece nas imagens é igual àquelas usadas nos canais do Cinturão das Águas do Ceará (CAC), uma obra tocada pelo governo cearense com aporte próprio e do governo federal. O CAC não integra o PISF, mas é a principal estrutura que leva água do Eixo Norte da Transposição até o Açude Castanhão, o maior do Ceará. O primeiro trecho do Cinturão foi inaugurado em 23 de fevereiro de 2022 e vai do município de Jati até o de Barbalha.

O trecho exibido nas imagens fica próximo à BR-116 em Brejo Santo, a 30 quilômetros da estrutura inicial do CAC em Jati. O Estadão Verifica conseguiu identificar o local a partir do formato da curva do canal imediatamente após o final das barras de proteção do lado direito, além da presença de telhados próximos às margens do canal, no lado esquerdo.

Video viral mostra que há uma curva no canal logo após o fim da grade de proteção Foto: Reprodução
A mesma curva aparece em imagem de satélite do local; também é possível identificar postes de iluminação e telhados próximos Foto: Reprodu

A partir do Google Street View, também foi possível identificar a mesma estrutura de metal amarela e os postes que ficam às margens do canal. Uma estrutura igual à que aparece no video viral também pode ser vista em uma publicação feita em março de 2022 em um canal no YouTube.

Além do gradil amarelo, video mostra poste de iluminação pública bem próximo à estrutura Foto: Reprodução
Postes e grade podem ser vistos a partir da BR-116 em Brejo Santo Foto: Reprodução
Estrutura é igual à que aparece em vídeo postado no YouTube em março de 2022 Foto: Repro

Por que não há água no local?

O canal onde o vídeo foi feito não recebe água da Transposição do São Francisco desde 26 de novembro de 2022, de acordo com o Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MDR). Isso não significa que as bombas tenham sido desligadas de uma hora para outra, nem que as pessoas voltarão a usar carros-pipa. Na verdade, a água do Projeto de Integração só e liberada nos canais de acordo com a demanda de cada estado, o que não acontece, necessariamente, o ano inteiro.

A distribuição e feita obedecendo um documento chamado Plano de Gestão Anual (PGA) das águas do PISF, publicado pela Agência Nacional de Águas (ANA) a partir de um compilado dos Planos Operativos Anuais (POA), elaborados pelas companhias de abastecimento de água de cada unidade da federação.

No ano passado, por exemplo, o estado de Pernambuco, de um modo geral, demandou água do PISF durante o ano inteiro, mas para alguns trechos, o pedido era que a água chegasse aos canais partir dos meses de abril, julho ou setembro. A Paraíba enviou um plano para receber vazão das águas do Velho Chico de janeiro a dezembro. No caso do Ceará, a água da PISF é demandada apenas no período chuvoso, que começa em fevereiro e vai até agosto.

Publicidade

“As transferências de água são feitas pelos leitos dos rios, que neste período se encontram com água e facilitam o trânsito do recurso hídrico, além de sofrer menos perdas através da evaporação”, explicou, em nota, a Secretaria dos Recursos Hídricos do Ceará (SRH). A pasta acrescentou que não há, neste momento, liberação de água do PISF para o estado justamente porque não foi solicitada vazão à União.

Última liberação foi em novembro de 2022

A última vez que o Cinturão das Águas do Ceará recebeu água do Projeto de Integração do São Francisco foi em 25 de novembro do ano passado, segundo o Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MDR). “A entrega de água na região ocorre apenas sob demanda da operadora estadual do Ceará, de acordo com o Plano de Gestão Empresarial da Companhia”, diz nota.

O Monitoramento Operacional do Sistema PISF-CAC, mantido pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh), mostra que o Cinturão das Águas começou a receber água da Transposição do São Francisco no dia 10 de fevereiro do ano passado – o CAC foi oficialmente inaugurado em 23 de fevereiro. Desde então, houve vazão de água todos os dias até 25 de novembro de 2022, quando ela foi suspensa.

Região não está desabastecida

A Secretaria dos Recursos Hídricos do Ceará apontou que, mesmo sem receber vazão de água do PISF, a região onde o vídeo foi feito não está desabastecida. De acordo com dados do Portal Hidrológico do Ceará, o estado tem 34 reservatórios com volume abaixo de 10%, mas nenhum deles fica na região onde o vídeo foi feito. O açude mais próximo de Brejo Santo, local das imagens, estava com 22,27% do volume na tarde desta sexta-feira, 20. A SRH enviou fotos feitas nesta quinta-feira, 19, na estrutura inicial do Cinturão das Águas, em Jati, que mostram que, mesmo sem vazão da Transposição, há água no local.

Fotografia feita no dia 19 de janeiro de 2023 mostra que, mesmo sem vazão de agua do PISF, estrutura inicial do CAC em Jati não está seca Foto: Divulgação

PUBLICIDADE

Em nota, a SRH informou que “as demandas hídricas do Estado estão sendo atendidas sem a necessidade de transferência de água do PISF” e ainda que “a Barragem Jati se encontra com água e em nenhum momento o reservatório ficou seco ou com baixo aporte”.

Manutenção em Pernambuco

O Estadão Verifica não localizou qualquer notícia em sites confiáveis sobre o atual governo ter decidido suspender deliberadamente o bombeamento de água nos canais da Transposição do São Francisco, nem publicações no Diário Oficial da União sobre o assunto. O único local onde o bombeamento está suspenso é na Estação de Bombeamento 3 (EBI 3), em Salgueiro (PE), a 42 quilômetro da divisa com o Ceará e a 88 quilômetros de onde o vídeo investigado foi feito.

As atividades foram interrompidas para uma manutenção corretiva nos equipamentos, que apresentam problemas desde setembro do ano passado, quando um dos conjuntos de motobombas parou. Segundo o MDR, “mesmo com a parada, os reservatórios do PISF apresentam capacidade para manter o abastecimento nas regiões atendidas”.

Publicidade

Esta é a segunda vez que o abastecimento de água no Ceará é alvo de desinformação desde o início do terceiro mandato de Lula. No dia 6 de janeiro, o Verifica mostrou que era falso um vídeo que afirmava que o governador do estado, Elmano de Freitas (PT), tinha anunciado o desligamento da água encanada nas zonas rurais cearenses.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.