PUBLICIDADE

Starlink não é a única internet disponível no Rio Grande do Sul em meio à tragédia climática

Operadoras de telefonia TIM, Vivo e Claro concederam acesso gratuito à internet móvel para os moradores afetados pelas chuvas e alagamentos no Estado

PUBLICIDADE

Por Gabriela Meireles
Atualização:

O que estão compartilhando: que a Starlink, serviço de internet via satélite do empresário Elon Musk, é a única internet disponível para coordenar resgates em cidades no Rio Grande do Sul.

O Estadão Verifica investigou e concluiu que: é falso. As operadoras de telefonia TIM, Vivo e Claro habilitaram o acesso gratuito à internet móvel para os moradores dos mais de 300 municípios do Rio Grande do Sul que foram afetados pelas chuvas torrenciais e alagamentos. As empresas liberaram o acesso à internet mesmo para quem não é cliente. Isso significa que, se o sinal de uma operadora não estiver disponível, o celular se conecta gratuitamente a outra rede. Segundo a Conexis Brasil Digital, associação que reúne as empresas de telecomunicações, as redes de internet fixa e móvel têm sido mantido ativas na maior parte do Estado.

TIM, Vivo e Claro concederam acesso gratuito à internet móvel para os moradores afetados pelas chuvas e alagamentos no Rio Grande do Sul Foto: Reprodução/ Facebook

PUBLICIDADE

Saiba mais: O conteúdo verificado aqui circula no Facebook e no WhatsApp. Leitores pediram a verificação pelo número (11) 97683-7490.

Em algumas das postagens falsas, foi acrescentado um tuíte da deputada federal Sâmia Bonfim (PSOL-SP), no qual ela escreveu “Fora Starlink”. Entretanto, a mensagem de Sâmia foi recortada e não têm relação com o desastre climático que acontece no Rio Grande do Sul. A postagem original é do dia 19 de abril, antes de o governo gaúcho declarar situação de calamidade pública. A parlamentar comentava sobre uma investigação da Polícia Federal e do Ibama que encontrou antenas da Starlink usadas em um garimpo ilegal.

As fortes chuvas no Sul de fato afetaram os serviços de telecomunicação, o que dificultou os trabalhos das equipes de resgate. De acordo com da Defesa Civil gaúcha publicados pela Agência Brasil, até órgãos públicos chegaram a ficar sem acesso à telefonia e internet em consequência dos temporais. Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, a cerca de 120 quilômetros de Porto Alegre, é uma das localidades onde a própria prefeitura ficou incomunicável.

Apesar disso, não é verdade que a internet da Starlink seja a única disponível nos resgates. Ao Estadão Verifica, a Conexis Digital Brasil (cujas associadas são as operadoras telefônicas Algar, Claro, Oi, TIM, Sercomtel e Vivo) afirmou que as prestadoras de internet fixa ou móvel acompanham o retorno da energia elétrica, a situação climática e a liberação de estradas, para trabalhar com segurança no restabelecimento dos serviços prejudicados.

“No caso da internet móvel, como forma de minimizar os impactos para a população atingida, as associadas da Conexis Brasil Digital que atuam no Estado habilitaram suas redes de forma que, onde há apenas uma das redes disponíveis, automaticamente os clientes de qualquer operadora de celular possam acessar a rede disponível de forma gratuita”, explicou. A medida vale para todos os clientes com serviço ativo, seja com planos pós ou pré-pagos.

Publicidade

Operadoras habilitaram internet gratuita no Rio Grande do Sul

O Estadão divulgou nesta segunda-feira, 6, que as operadoras de telefonia TIM, Vivo e Claro liberaram internet móvel gratuita a moradores em mais de 300 municípios afetados. Com isso, a população pode ter acesso aos alertas da Defesa Civil estadual, aos aplicativos de mensagens, redes sociais e mapas com as áreas de risco e pontos de abrigos e doação pelas redes 4G e 5G.

Cada empresa disponibilizou um pacote de bônus diferente a seus clientes:

  • A Vivo ofereceu 10 GB de internet a todos os clientes Vivo Pré da região por cinco dias.
  • A Claro concedeu, desde a quinta-feira, 2, 5 GB de dados de internet para os clientes de serviço móvel pré-pago. O bônus é válido por sete dias no pré-pago e por 30 dias nos planos pós-pago Controle e Flex.
  • A TIM liberou internet de 10 GB para clientes do pré e do controle.

Para poder acessar a rede aberta das operadoras, é preciso que a função roaming do dispositivo móvel esteja habilitada.

PUBLICIDADE

A internet da Starlink está disponível no Brasil desde fevereiro de 2022. De acordo com o site oficial do serviço, a mensalidade da internet para residências custa R$ 184, mais R$ 2.000 para adquirir o equipamento.

Lupa e Fato ou Fake também checaram este conteúdo.

Como lidar com postagens desse tipo: Em meio à tragédia que acontece no Rio Grande do Sul, é importante ser criterioso com as fontes de notícias. Em casos suspeitos, vale comparar as informações lidas nas redes sociais com publicações da imprensa. A notícia de que as operadoras liberaram internet gratuita aos moradores de regiões afetadas, por exemplo, foi amplamente divulgada nesta segunda-feira.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.