PUBLICIDADE

Saiba quem são os brasileiros desaparecidos após ataque terrorista do Hamas a rave em Israel

Autoridades do governo federal já sabem que 260 corpos foram encontrados no local

Foto do author Felipe Frazão
Por Felipe Frazão
Atualização:

BRASÍLIA - Três brasileiros continuam desaparecidos após ataques terroristas do Hamas a Israel, segundo o Ministério das Relações Exteriores informou neste domingo, dia 8. São duas mulheres e um homem, todos jovens, que participavam de um festival de música eletrônica no distrito sul israelense. Autoridades do governo federal já sabem que cerca de 260 corpos foram encontrados no local.

Um quarto brasileiro, ferido durante a invasão de radicais islâmicos à mesma festa rave, recebeu alta hospitalar e passa bem. Trata-se de Rafael Zimerman. Ele já foi ouvido por autoridades brasileiras e investigadores de Israel. Segundo relatou, uma granada teria sido lançada pelos militantes extremistas do Hamas no bunker onde havia se refugiado.

Conflito já deixou mais de mil mortos. Foto: Hatem Moussa/AP

PUBLICIDADE

Zimerman foi encontrado desacordado e com vida. Os socorristas o levaram ao hospital em Soroka e depois o tranferiram para Haifa.

Os quatro brasileiros tinha dupla nacionalidade, frequentavam a mesma rave em que o pai de Alok tocaria. Alguns eram conhecidos entre si. Segundo relatos de participantes da festa, quando amanhecia e os foguetes do Hamas disparados de Gaza atingiam Israel, parte das pessoas se dispersou rapidamente, enquanto outros preferiram esperar uma brecha no bombardeio aéreo para se deslocar.

No entanto, os terroristas palestinos também invadiram por terra e por ar o território israelense, chegaram até a área do festival Tribe of Nova Edição Universo Paralello, a cerca de 20 quilômetros da Faixa de Gaza. Lá, abriram fogo indiscriminadamente. Zimerman desencontrou-se dos demais durante a fuga.

Até o momento, ainda segue desconhecido o paradeiro de Bruna Valeani, Ranani Glazer e Karla Stelzer. Bruna e Karla ainda fizeram comunicações com familiares e amigos, na manhã de sábado, dia 7, mas depois não foram mais localizadas por telefone.

Muito abalados, familiares dos três foram orientados a comparecer a delegacias de polícia para colher amostras de DNA, por causa da quantidade de vítimas encontradas na área da festa.

Publicidade

Desaparecidos

  1. Bruna Valeanu: Fez contato com a família por telefone pela última vez no sábado, às 9h.
  2. Ranani Glazer: Amigo de Rafael Zimerman, estavam juntos na festa, mas se separaram durante a fuga.
  3. Karla Stelzer: Fez o último contato com amigos às 8h11 de sábado, quando o ataque do Hamas já havia começado.

Ferido

  1. Rafael Zimerman: Foi encontrado desacordado em um bunker, pela explosão de uma granda, e foi socorrido. Já recebeu alta hospitalar.
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.