PUBLICIDADE

Vídeos: incêndios florestais nos EUA danificam casas e provocam corte de luz e retirada de moradores

Texas enfrenta uma série de incêndios desde segunda-feira; uma fábrica de armas nucleares chegou a fechar temporariamente, mas já foi reaberta

Foto do author Redação
Por Redação

Uma série de incêndios florestais varreu a região de Panhandle, no Estado do Texas, Estados Unidos, na manhã desta quarta-feira, 28, provocando a retirada de pessoas e cortando energia para milhares de moradores, enquanto fortes ventos, grama seca e temperaturas excepcionalmente altas alimentam as chamas. Uma fábrica de armamento nuclear chegou a fechar temporariamente, mas foi reaberta.

PUBLICIDADE

Um número ainda desconhecido de casas e outras estruturas no condado de Hutchinson foram danificadas ou destruídas, de acordo com autoridades. A principal instalação que monta e desmonta armamento nuclear dos Estados Unidos encerrou suas operações na noite de terça-feira.

“Nós retiramos nossas equipes, equipes não essenciais, do local, com muita cautela”, afirmou Laef Pendergraft, porta-voz Escritório de Produção da Administração Nacional de Segurança Nuclear da Pantex, em uma entrevista coletiva. “Mas nós temos um corpo de bombeiros bem equipado, treinado para esses cenários, que está no local, observando e de prontidão caso surja qualquer tipo de emergência real no local da usina.”

Mais cedo nesta quarta-feira, a Pantex publicou no X que a instalação “está aberta para um turno diurno normal de operações” e que todas as equipes deveriam se apresentar ao serviço de acordo com o horário programado.

Pantex fica a cerca de 27 quilômetros ao noroeste de Amarllo e cerca de 515 quilômetros de Dallas. Desde 1975, tem sido o principal local de montagem e desmontagem das bombas nucleares dos Estados Unidos. A última bomba nova a ser montada no local foi em 1991, enquanto milhares foram desmontadas nos últimos anos.

Várias regiões sofrem com incêndios

O governador republicano Greg Abott emitiu uma declaração de desastre para 60 condados, já que o maior incêndio queimou cerca de mil quilômetros quadrados, segundo o Texas A&M Forest Service. Isso é mais que o dobro do tamanho desde que o incêndio começou na segunda-feira.

Autoridades não disseram o que pode ter causado as chamas, que atingiu condados pouco povoados cercados por planícies onduladas. “Texanos estão orientados a limitar atividades que possam criar faíscas e tomar preocupações para manter seus familiares seguros”, disse Abbott.

Publicidade

A previsão do tempo deu um pouco de esperança para os bombeiros — temperaturas mais baixas, menos vento e possibilidade de chuva são esperadas para quinta-feira, 29. Mas agora, a situação era crítica em algumas regiões.

Em Borger, uma comunidade de cerca de 13 mil pessoas a cerca de 40 quilômetros ao norte de Pantex, equipes de emergência do condado de Hutchinson planejaram um comboio para levar os deslocados de um abrigo para outro antes dos esperados cortes de energia.

À medida que as ordens para deixar a região aumentavam, as autoridades do condado e da cidade faziam uma transmissão ao vivo no Facebook e tentavam responder às perguntas dos moradores em pânico. As autoridades imploraram a eles que ligassem os alertas de emergência dos seus celulares e estivessem prontos para sair imediatamente. Eles descreveram algumas estradas como tendo fogo em ambos os lados e disseram que os recursos estavam sendo levados ao limite.

O senador do Texas Kevin Sparks disse que uma ordem para saída de pessoas havia sido emitida para Canadian, uma cidade de cerca de 2 mil pessoas e a 160 quilômetros ao noroeste de Amarillo. Mais tarde na terça-feira, o xerife do condado de Hemphill disse que quem havia permanecido na cidade deveria abrigar-se no ginásio de uma escola porque estradas estavam fechadas.

Outras cidades como Miami, Skellytown, Wheeler, Allison, Briscoe, Pampa e Durham, esta última próxima à fronteira com Oklahoma, também deram ordens ou recomendações para que as pessoas deixassem suas causas por conta do fogo.

Na noite de terça-feira, os incêndios ocorreram de 32 a 40 quilômetros de Amarillo, e o vento soprava a fumaça dos incêndios florestais na cidade, o que poderia afetar pessoas com problemas respiratórios, disseram funcionários do serviço meteorológico.

Bombeiros atendendo a chamado em Panhandle, no Texas, na terça-feira, 28. Foto: Flower Mound Fire Department via AP

O Serviço Meteorológico Nacional emitiu alertas de bandeira vermelha e alertas de perigo de incêndio para vários outros Estados na região central do país, à medida que ventos fortes de mais de 64 km/h combinados com temperaturas quentes, baixa umidade e vegetação seca tornam as condições propícias para incêndios florestais.

Publicidade

No centro de Nebraska, um cortador de grama provocou um incêndio em uma pradaria que queimou uma enorme área de pastagem aproximadamente do tamanho da maior cidade do estado, Omaha, disseram autoridades estaduais na terça-feira./Associated Press.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.