PUBLICIDADE

Ondas gigantes atingem costa da Califórnia, arrastam carros e ferem pelo menos 8; veja vídeos

Agitação costeira foi causada por uma série de tempestades com ventos com força de furacão soprando sobre o Oceano Pacífico

Por Heather Knight e Sergio Olmos
Atualização:

Ondas gigantes atingiram a costa da Califórnia, nos Estados Unidos, na quinta-feira, 28, depois que uma tempestade se formou sobre o Pacífico. Carros foram arrastados e pessoas que estavam próximas à praia também foram atingidas pela força d’água. Pelo menos oito pessoas ficaram feridas, de acordo com a imprensa norte-americana.

PUBLICIDADE

As ondas de mais de 9 metros que atingiram as costas do estado geraram alertas severos, como um da divisão da Bay Area do Serviço Meteorológico Nacional: “O oceano NÃO é seu amigo hoje!”. Os alertas de ondas altas permaneciam em vigor até esta sexta-feira, 29, segundo o Serviço Meteorológico dos Estados Unidos, com previsão de novas ondas de até 12 metros.

A agitação costeira foi causada por uma série de tempestades com ventos com força de furacão soprando sobre o Oceano Pacífico, empurrando grandes ondas em direção ao Estado. “Fique longe de rochas, molhes, cais e outras infraestruturas à beira-mar”, acrescentou o Serviço Meteorológico. “Nunca vire as costas para o oceano!”

Grandes ondas atingem Duncan's Landing, ao norte de Carmet, Califórnia, na quinta-feira, 28, devido a uma tempestade no Pacífico. Foto: Kent Porter/The Press Democrat via AP

Nem todo mundo levou a sério os avisos. Um vídeo muito compartilhado na rede social X mostrou crianças sendo atingidas por uma grande onda que as jogou no chão enquanto observavam a onda na West Cliff Drive, em Santa Cruz, 120 quilômetros ao sul de São Francisco. As crianças pareciam chocadas, mas bem, à medida que a água recuava.

Mais abaixo na costa, em Ventura, uma cidade litorânea ao sul de Santa Bárbara, Brandt Hammer, de 60 anos, estava limpando as ruas na tarde de quinta-feira, depois que as ondas atingiram ruas residenciais e inundaram algumas casas. A água carregava areia e detritos, bloqueando os bueiros.

Hammer e sua esposa se mudaram para Kingston Lane, que vai até a praia, depois que sua casa anterior nas proximidades pegou fogo no incêndio de Thomas em 2017. “Sempre dissemos que a única coisa com que temos que nos preocupar agora são os tsunamis”, disse ele rindo. “Uma senhora que mora aqui há 30 anos disse que nunca viu algo assim.”

Becky Clearwater, 68 anos, disse que caminhou na quinta-feira de sua casa em Ventura até a praia para observar a tempestade e ficou surpresa ao ver sua consistência e força. “Foi onda após onda após onda”, disse ela.

Publicidade

Em Stinson Beach, uma cidade costeira a cerca de 32 quilômetros a norte da Ponte Golden Gate, o Corpo de Bombeiros local ordenou o esvaziamento de várias pequenas estradas perto da praia devido ao elevado risco de danos causados pelas ondas e inundações costeiras. Moradores e visitantes foram instruídos a “sair imediatamente para segurança de suas vidas”, e um centro comunitário foi transformado em ponto de evacuação. A ordem foi suspensa no final do dia.

Heather Vantress, proprietária do Sandpiper Lodging at the Beach, disse que percebeu que a maré parecia muito alta em seu trajeto matinal até o hotel, mas que seu negócio não foi afetado porque estava alto o suficiente acima da costa.

As ondas de quinta-feira, disse ela, não foram nada comparadas com os repetidos ataques à cidade no inverno passado, quando a Califórnia foi atingida por uma série de rios atmosféricos. “No ano passado, foi tão ruim que as pessoas estavam pirando – isso foi muito pior”, disse ela. “A praia ficou muito destruída no ano passado, mas tudo voltou.”

PUBLICIDADE

Autoridades do condado de Santa Cruz alertaram os moradores para se prepararem para a saída de moradores perto de Seacliff State Beach, não muito longe de onde ondas intensas arrancaram uma casa das fundações em janeiro. Na quinta-feira, equipes de outros lugares removeram destroços espalhados na rodovia costeira à beira-mar, e vários desvios de carros perto das praias da região foram fechados. Algumas ruas da região ficaram alagadas.

Enquanto os moradores faziam a limpeza em Ventura, eles estavam cientes de que mais tempestades e grandes ondas eram esperadas na sexta-feira. “Estou mais preocupado com o amanhã”, disse Hammer./The New York Times.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.