PUBLICIDADE

CRT terá investimentos de R$ 680 mi

Por Agencia Estado
Atualização:

O presidente da Brasil Telecom, Henrique Neves, informou hoje que a Companhia Riograndense de Telecomunicações (CRT) receberá investimentos de R$ 680 milhões este ano para expandir sua rede. Serão instaladas cerca de 480 mil linhas em 2000, atingindo a marca de 2,118 milhões em dezembro. No fechamento do primeiro semestre, a operadora contava com 1,850 milhão de terminais. Neves afirmou, durante entrevista em que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) comunicou o fim da intervenção na companhia, que o período crítico para a CRT será o próximo ano. Em 2001, explicou o executivo, a empresa terá de se preparar para expandir sua área de atuação nas chamadas de longa distância. "A grande decisão que temos que tomar nos próximos meses é qual o tamanho do programa de investimento para o próximo ano", observou. O aporte de recursos, acrescentou, será superior ao deste ano. "Os desafios para antecipar o cumprimento das metas são ambiciosos", afirmou, referindo-se às metas de universalização dos serviços de telecomunicações. A Brasil Telecom adquiriu a CRT da Tele Brasil Sul no começo de agosto, mas a transferência das ações tinha sido suspensa por decisão judicial, que ontem (29) foi reformada. O final da intervenção na CRT foi comunicado por Luiz Francisco Perrone, membro do conselho diretor da Anatel, pois "cessaram os motivos que a levaram a tomar esta decisão". O decreto que encerra a intervenção foi publicado hoje no Diário Oficial da União.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.