PUBLICIDADE

Se sente sozinho? Conheça a IA ‘terapeuta’ que dá apoio emocional

Chatbot ‘Pi’ tem como objetivo servir de companheira de conversas para os usuários

Foto do author Alice Labate
Por Alice Labate
Atualização:

Surfando na onda das inteligências artificiais (IA), a Inflection AI, fundada em 2022, anunciou o lançamento de seu primeiro chatbot de IA no último dia 2. O Pi, como é chamado, é um bot de conversação que foi projetado para ser “um companheiro gentil e solidário, oferecendo conversas, conselhos amigáveis e informações concisas em um estilo natural e fluido”, explica a empresa em nota.

PUBLICIDADE

“Pi” significa “personal intelligence” (”inteligência pessoal”, em tradução livre para o português) e ainda está em desenvolvimento, portanto algumas informações fornecidas pela IA podem estar erradas e ela também pode alucinar. “Pensamos no Pi como um companheiro digital disponível sempre que você quiser. Temos muito a aprender e um longo caminho a percorrer, mas estamos entusiasmados em trazer esta primeira versão do Pi para pessoas de todo o mundo”, disse Mustafa Suleyman, CEO da Inflection AI, em nota.

É possível usar o Pi tanto pelo site, quanto pelo celular, no aplicativo ou pelo número +1 (314) 333-1111 no WhatsApp. Sempre que mandar um “zap” para o Pi, as duas marquinhas vão ficar azuis e você sempre terá uma resposta — nesse caso, não é possível ter o ambiente minimalista proporcionado pelas plataformas próprias da IA.

Além disso, o bot pode ser encontrado nas redes sociais, já que ele tem perfis no Instagram e no Facebook, por onde também é possível conversar com ele. No site e no app, o usuário pode até escolher uma dentre quatro vozes geradas por IA disponíveis e deixar a experiência ainda mais pessoal. Mas, se preferir, é possível deixar a opção no “mudo”.

O chatbot Pi oferece apoio emocional aos usuários Foto: Heypi/Reprodução/Alice Labate

A aparência do site do Pi é simples, de cor neutra e única ao fundo, sem demais ícones na página além do texto escrito pela IA — também de cor neutra — e o espaço para que o usuário possa digitar sua mensagem. Conforme a conversa com o chatbot, as palavras das suas respostas surgem na tela devagar, para passar um efeito calmante em quem as lê. Independente do assunto da conversa com o Pi, o chatbot sempre responde de forma calma, compreensiva e com mensagens de motivação e apoio.

As mensagens que podem ser enviadas ao Pi são limitadas: após um certo número de respostas o site pede para o usuário criar um login na plataforma. Para realizar o cadastro, porém, é necessário fornecer um número de celular que seja da Austrália, do Canadá, da Irlanda, da Nova Zelândia, do Reino Unido ou dos EUA.

Até o momento, o acesso ao Pi é gratuito porque ele está em fase de testes. É importante ressaltar que o Pi não é um profissional da área da saúde mental e que, em caso de problemas psicológicos, a IA não substitui a ação de um psicólogo ou psiquiatra.

Publicidade

A crescente no investimento em inteligência artificial se deu, principalmente, após o lançamento do ChatGPT, da empresa de tecnologia OpenAI, em outubro do ano passado. O sucesso do chatbot foi tanto, que grandes empresas como o Google, a Meta e a Microsoft não perderam tempo e começaram a investir em suas próprias tecnologias.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.