Elon Musk anuncia que seu chatbot Grok terá ‘código aberto’

Na semana passada, Musk entrou com um processo contra a OpenAI, acusando-a de quebrar sua missão de ser uma entidade sem fins lucrativos que tornaria a pesquisa em IA disponível para todos

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação

O magnata americano Elon Musk anunciou na segunda-feira, 11, que tornará o Grok, seu chatbot de inteligência artificial (IA) e concorrente do ChatGPT, de “código aberto”, enquanto sua desavença com a OpenAI se aprofunda.

O bilionário apresentou o Grok no final do ano passado em uma tentativa de competir com a OpenAI, empresa que ele ajudou a fundar em 2015 e que revolucionou a indústria com sua ferramenta ChatGPT, capaz de criar textos e imagens com simples comandos escritos.

Elon Musk anunciou que tornará o Grok, seu chatbot de IA e concorrente do ChatGPT, de 'código aberto'.  Foto: Dado Ruvic/Reuters

PUBLICIDADE

Musk deixou a OpenAI alguns anos depois e, na semana passada, entrou com um processo contra a empresa, acusando-a de quebrar sua missão fundacional de ser uma entidade sem fins lucrativos que tornaria a pesquisa em IA disponível para todos.

“Nesta semana, xAI [sua empresa de desenvolvimento de IA] tornará o código do Grok aberto”, disse Musk em uma postagem em sua rede social X, entrando em um dos debates filosóficos mais acalorados do Vale do Silício sobre o futuro dessa tecnologia.

Os investidores em tecnologia estão cada vez mais divididos sobre o desenvolvimento da IA e como ela deve avançar.

Por um lado, empresas como a Meta apoiam um sistema de código aberto no qual pesquisadores e outras empresas podem acessar o funcionamento interno da tecnologia para desenvolver novos produtos ou inovações.

Meta, IBM e dezenas de “startups” e pesquisadores lançaram em dezembro uma aliança que defende uma IA mais aberta e colaborativa, diante dos temores de que os reguladores impeçam esse método.

Publicidade

Por outro lado, a OpenAI e o Google apoiam um maior nível de sigilo para proteger a tecnologia de maus atores e gerar receita para recuperar os altos custos computacionais necessários para construir suas ferramentas líderes na indústria.

Pouco depois de apresentar sua ação judicial, Musk disse em uma postagem que abandonaria seu caso se a OpenAI mudasse seu nome para ClosedAI, em um jogo de palavras em inglês entre “aberto” (open) e “fechado” (closed).

A OpenAI argumenta que a ação de Musk, bem como sua decisão de adotar um desenvolvimento de código aberto, são pouco mais que uma demonstração de seu ressentimento após deixar a empresa.

“Observando os avanços tecnológicos notáveis que a OpenAI alcançou, Musk agora deseja o sucesso para si”, afirmou a OpenAI.

“Musk pretende apresentar esta demanda em favor da humanidade quando a verdade – evidente mesmo com a alegação contraditória de Musk – é que ele a apresenta para promover seus próprios interesses comerciais”.

Musk é um dos poucos investidores do mundo com recursos suficientes para competir com a OpenAI, Google ou Meta no campo da IA. / AFP

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.