Google é multado em US$ 272 milhões pela UE por falta de pagamento à jornais franceses

Essa é a quarta multa recebida pelo Google desde 2020, por violar regras de publicação de notícias da União Europeia

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação

O órgão de fiscalização da concorrência da França aplicou ao Google, nesta quarta-feira, 20, outra grande multa relacionada a uma longa disputa sobre pagamentos a editores franceses por suas notícias. A Autoridade de Concorrência da França disse que multou a empresa em 250 milhões de euros (US$ 272 milhões) devido à falha do Google em cumprir alguns compromissos assumidos em uma estrutura de negociação.

PUBLICIDADE

A disputa faz parte de um esforço maior das autoridades da União Europeia e de todo o mundo para forçar o Google e outras empresas de tecnologia a compensar os editores de notícias pelo conteúdo. O gigante da tecnologia dos EUA foi forçado a negociar com as editoras francesas depois que um tribunal em 2020 confirmou uma ordem dizendo que os pagamentos eram exigidos por uma diretiva de direitos autorais da União Europeia de 2019.

O Google disse em uma postagem em seu blog que concordou em resolver a multa, que foi imposta sobre a forma como conduziu as negociações, “porque é hora de seguir em frente”. A empresa disse que a multa “não era proporcional” às questões levantadas pelo órgão de fiscalização francês e “não leva suficientemente em conta” os esforços do Google para responder e resolver as preocupações.

A França foi a primeira das 27 nações da UE a adotar a diretiva de direitos autorais, que estabelece uma maneira de as editoras e empresas de notícias fecharem acordos de licenciamento com plataformas online.

A disputa faz parte de um esforço para forçar o Google e outras empresas de tecnologia a compensar os editores de notícias pelo conteúdo  Foto: Thibault Camus/AP Photo

A decisão de quarta-feira da Autoridade de Concorrência Francesa é a quarta em anos recentes contra o Google por não cumprir a estrutura legal da UE que visa estabelecer “condições necessárias para negociações equilibradas entre agências de imprensa, editoras e plataformas digitais”.

A agência antitruste francesa emitiu ordens temporárias para o Google em abril de 2020 para realizar negociações dentro de três meses com editores de notícias. Em 2021, a agência multou o Google em 500 milhões de euros (US$ 592 milhões) por não negociar um pagamento justo pelas notícias dos editores./AP

Este conteúdo foi traduzido com o auxílio de ferramentas de Inteligência Artificial e revisado por nossa equipe editorial. Saiba mais em nossa Política de IA.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.