EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Tudo sobre o ecossistema brasileiro de startups

Opinião|2024 será o ano do ‘domínio’ da IA em todos os setores; leia análise

2023 marcou a entrada triunfal da IA generativa e empresas e startups se preparam para uma onda de inovação nesse setor em 2024

PUBLICIDADE

Foto do author Felipe Matos

O ano de 2023 foi, sem dúvida, um marco na história da inteligência artificial (IA), principalmente pelo surgimento da IA generativa, destacando-se o fenômeno ChatGPT e outras aplicações similares. Esses avanços sinalizam uma transformação profunda e acelerada no mundo da tecnologia, com implicações significativas para o ano de 2024 e além.

À medida que essas tecnologias emergem da fase inicial de adoção, o cenário para 2024 se desenha mais promissor. Muitas empresas, que até então apenas observavam ou faziam experimentos pontuais com essa nova onda de IA, começarão a integrá-las de maneira mais concreta em seus produtos e serviços. Isso representa a chegada de soluções com aplicação prática, que poderão transformar a forma com que consumimos certos produtos e serviços e modificar relações de trabalho em diversos setores.

ChatGPT deu início a onda das IAs generativas que promete continuar em 2024 Foto: REUTERS/Florence Lo

PUBLICIDADE

Outra tendência, a ascensão das startups baseadas em IA generativa, iniciada em 2023, promete desabrochar em 2024, oferecendo soluções mais maduras e acessíveis. Estas empresas emergentes, muitas vezes mais ágeis e inovadoras, podem catalisar uma mudança significativa em setores tradicionais, trazendo novas abordagens e modelos de negócio.

No campo do atendimento ao cliente, por exemplo, a IA em 2024 deve ir além dos chatbots convencionais. Espera-se uma evolução para sistemas capazes de entender e responder a consultas complexas com uma precisão e humanidade quase indistinguíveis das interações humanas. Isso não só melhorará a experiência do cliente, mas também transformará as relações de trabalho das empresas, permitindo que se concentrem em tarefas mais estratégicas.

Além disso, no setor educacional, a IA poderá proporcionar experiências de aprendizado personalizadas e adaptativas, capazes de ajustar o conteúdo e o ritmo de acordo com as necessidades individuais de cada aluno. Isso poderá revolucionar o ensino, tornando-o mais eficaz e acessível a uma gama mais ampla de estudantes.

Publicidade

No campo da saúde, as aplicações de IA em 2024 poderão incluir desde diagnósticos mais precisos e rápidos até terapias personalizadas baseadas em análises de dados complexos. A integração da IA no atendimento ao paciente promete não apenas melhorar os resultados clínicos, mas também tornar os sistemas de saúde mais eficientes.

Outras áreas de impacto incluem a gestão de cadeias de suprimentos, onde a IA pode prever e otimizar estoques, e no setor financeiro, com sistemas de IA aprimorando a detecção de fraudes e personalizando serviços financeiros.

Por fim, a IA em 2024 deve também influenciar a governança corporativa e a tomada de decisão estratégica. Com sua capacidade de analisar grandes volumes de dados e identificar tendências, a IA pode oferecer insights valiosos que ajudam os líderes empresariais a tomar decisões mais informadas e estratégicas.

Em resumo, o ano de 2024 promete ser um período de intensa transformação e crescimento no campo da IA, com implicações profundas e abrangentes em praticamente todos os setores da economia. As empresas que souberem aproveitar essas tecnologias estarão à frente na corrida pela inovação, eficiência e competitividade.

Opinião por Felipe Matos

CEO da Sirius, vice-presidente da Associação Brasileira de Startups e autor do livro 10 Mil Startups.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.