PUBLICIDADE

CES 2019: Samsung aposta em TVs 8K e com design modular

Para o curto prazo, empresa mostrou aparelho com 98 polegadas e ultra resolução; para o futuro, promessa é de nova tecnologia, chamada MicroLED, na qual consumidor poderá customizar TV a partir de placas 'de tela'

Por Bruno Capelas
Atualização:
A Samsung apresentou um novo televisor com tela de 98 polegadas e resolução 8K Foto: John Locher/AP

Líder mundial na venda de TVs, a Samsung mostrou nesta segunda-feira, 7, suas novidades para o setor em sua apresentação na CES 2019, maior feira de tecnologia do mundo, realizada nesta semana em Las Vegas (EUA). Para o curto prazo, a empresa mostrou um novo televisor com tela de 98 polegadas e resolução 8K, com quatro vezes mais pixels que as atuais TVs 4K (Ultra HD). O aparelho tem tela de QLED, tecnologia de pontos quânticos que a sul-coreana tenta emplacar no mercado. Haverá ainda modelos com telas de 65, 75, 82 e 85 polegadas. 

PUBLICIDADE

Já para o futuro, a empresa voltou a exibir um novo conceito: chamado de The Wall, ele traz telas de MicroLED e caráter modular, que pode se adaptar ao gosto do usuário -- até mesmo em proporções fora do comum, como formatos quadrados ou verticais. A ideia aqui é que o usuário possa adaptar sua TV ao espaço que tem em casa -- e não o contrário. 

Além disso, a empresa mostrou que seus modelos que chegarão ao mercado este ano terão suporte a HDMI 2.1 e destacou a parceria com a Apple. A partir deste ano, os televisores da sul-coreana terão embarcado o iTunes, serviço de venda e aluguel de filmes e séries de TV da rival americana -- para analistas, é uma indicação de que a empresa do iPhone está buscando mudar seu perfil e ser uma companhia de serviços. 

Outro ponto alto da apresentação foi a integração das TVs da empresa com o assistente pessoal Bixby, lançado pela Samsung em 2017 e ainda aquém de decolar no mercado -- em especial, pela rivalidade com Alexa e Google Assistant, de Amazon e Google, respectivamente. A meta da Samsung, neste ano, é que o usuário utilize a TV como central para a casa conectada, gerenciada a partir de comandos de voz. 

Bot Care é o robô da Samsung que ajuda o usuário a tomar conta de sua saúde Foto: Justin Sullivan/AFP

Robôs. Não foi só de TVs que a Samsung falou nesta segunda-feira, 7: a empresa também repassou sua proposta para o futuro de dispositivos mais inteligentes, a partir do tripé "internet das coisas, 5G e inteligência artificial", presentes em geladeiras, máquinas de lavar e outros dispositivos para o lar. "Levaremos inteligência e conectividade para os 500 milhões de dispositivos que vendemos todos os anos", disse H.S. Kim, presidente executivo da Samsung, que completa 50 anos em 2019. 

Quem roubou a cena, porém, foi o Samsung Bot Care, um simpático robô de meio metro de altura, que pode ajudar o usuário a tomar conta de sua saúde. É possível, por exemplo, colocar o pulso em cima do visor do dispositivo, que assim é capaz de medir a pressão sanguínea e os batimentos cardíacos do usuário. O pequeno androide também pode acompanhar a rotina de exercícios dos usuários e fazer sugestões.

*O repórter viajou a convite da Intel

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.