PUBLICIDADE

Óculos Vision Pro, da Apple, devem ser lançados em março de 2024 nos EUA

Dispositivo de US$ 3,5 mil deve chegar às lojas dos Estados Unidos no ano que vem; não há previsão de lançamento no Brasil

Foto do author Guilherme Guerra
Por Guilherme Guerra

Os óculos Vision Pro, da Apple, devem chegar às lojas nos Estados Unidos em março de 2024, segundo informações internas obtidas pela agência Bloomberg publicadas no último domingo, 26. Não há previsão de lançamento no Brasil.

PUBLICIDADE

O dispositivo foi revelado em junho passado pela Apple, com preço de US$ 3,5 mil planejado para o mercado americano. O aparelho estava planejado para ser lançado janeiro, mas atraso nos testes finais emperraram a produção nas fábricas, diz a Bloomberg. Oficialmente, a companhia afirma que o Vision Pro chega no “início de 2024″, sem mais detalhes.

Os óculos Vision Pro são o passo inicial da Apple no metaverso, tido como a aposta principal das empresas de tecnologia para o futuro da internet. Segundo a apresentação da empresa, o dispositivo permite que o usuário navegue na realidade virtual (RV) e a realidade aumentada (RA), no que se chama de realidade mista.

Ainda, o dispositivo promete realizar o que a Apple batizou de “computação tridimensional”, com interatividade entre os mundos real e virtual. A ideia é que aplicativos possam ser tridimensionais, como fotografias, vídeos e jogos.

Óculos de realidade virtual da Apple, Vision Pro, foram revelados em junho de 2023 Foto: Loren Elliot/Reuters - 5/6/2023

Como funciona o Vision Pro, da Apple?

Como um óculos de realidade mista, o Vision Pro é controlado pelos olhos, mãos e voz do usuário, por meio de 12 câmeras, 5 sensores e 6 microfones. As imagens vistas por quem usa o aparelho são uma mistura da experiência do iPhone, Mac e Apple TV+, serviço de streaming de vídeo da companhia.

Uma série de aplicativos nativos do sistema também podem ser acessados pelos óculos, como fotos, mensagens e jogos. Os gestos com a mão vão ser acionados por meio do Apple Watch, relógio inteligente da marca, que irá identificar o movimento dos dedos para cada clique - portanto, é necessário fazer uso do relógio além do óculos. Além disso, o aparelho tem um botão em formato de Coroa Digital, uma coroa de relógio, para regular a “imersão” no aparelho, onde é possível controlar o quanto de luz natural vai fazer parte da composição da imagem vista pelo usuário.

Vision Pro deve ser lançado nos Estados Unidos por R$ 3,5 mil; não há previsão de lançamento para o Brasil Foto: Loren Elliott/Reuters - 5/6/2023

Ao todo, o aparelho pesa cerca de 450 gramas e possui um tom prateado parecido com o Apple Watch - inclusive nas formas mais arredondadas. Já a parte de áudio e da alça que encaixa na cabeça, a semelhança é, automaticamente, ligada aos fones AirPods Max, com o mesmo acolchoamento na parte de tecido.

Publicidade

A intenção da empresa é que o Vision Pro seja, ao mesmo tempo, um objeto de total imersão em realidade virtual, mas que possa manter o contato do usuário com o mundo externo. Para isso, o aparelho conta com o recurso EyeSight, uma espécie de tela para sinalizar a atividade dos óculos. Assim, a Apple afirma que será possível ver os olhos dos usuários pela lente, caso essa função esteja habilitada ou, ainda, indicar por meio de um sinal colorido caso o usuário esteja totalmente imerso no aparelho.

O painel do aparelho é de microOled e tem 23 milhões de pixels divididos em duas telas, mais do que uma TV 4K por olho. A parte da frente é composta por um único visor de vidro, e para pessoas com problemas de visão, é necessário adquirir lentes separadas para corrigir miopia ou astigmatismo, por exemplo, e poder usar o dispositivo corretamente. As lentes serão vendidas em parceria com a fabricante alemã Zeiss a partir de uma prescrição médica (já que a Apple não pode fornecer a orientação oftalmológica) e se encaixam no visor magneticamente. / COM BRUNA ARIMATHEA

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.