Foto do(a) blog

Videogames de A(tari) a Z(elda)

Os videogames nas páginas do 'Estado'

PUBLICIDADE

Por João Coscelli
Atualização:
 

28 de julho de 1983. Foi o dia em que o Estado publicou pela primeira vez uma nota sobre videogames (sem contar os anúncios, com começaram a ser veiculados no mesmo ano, alguns meses antes). Um texto breve, sobre um campeonato de Odissey disputado no Playcenter, há quase 30 anos. Entre os jogos do torneio, o mais que famoso "Come-Come".

PUBLICIDADE

O Estado lançou na quarta-feira seu acervo integral digitalizado. Como já foi muito repetido, as páginas do jornal são um pouco da história. E dá para ver muito do passado dos jogos eletrônicos também, por meio de propagandas, notícias e classificados.

O material encontrado com uma simples busca revela fatos curiosos, como os anúncios do Supergame e do Telegame, consoles brasileiros de décadas atrás, e classificados de pessoas querendo trocar uma bicicleta por um Odissey ou um Intellivision. Estamos falando dos primórdios dos jogos, de um tempo ainda anterior ao Atari, que é ponto mais antigo a que se costuma chegar quando o assunto é videogame.

A preciosidade dos arquivos é imensa. Não vamos deixar esse conteúdo passar batido. Afinal, se já são quase três as décadas que temos com os controles nas mãos, história para contar é o que não falta. Aos poucos, o Modo Arcade vai recuperar o passado dos videogames da página do Estado.

Por enquanto, vamos ficar com mais uma nota de 1983, mas 6 de novembro, sobre a chegada do Intellivision ao mercado nacional. Reparem que os textos eram publicados em uma coluna de variedades, junto a linhas de política, internacional e economia. Clique aqui para ver a página na íntegra.

Publicidade

 
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.