Publicidade

Ela começou trazendo pão de queijo, café e cachaça para amigos; agora fatura R$ 10 mi com franquias

Empório Coisas de Minas, hoje com 12 unidades em SP e BA, teve início com a empreendedora Lilian Lisa trazendo guloseimas de Muzambinho (MG)

PUBLICIDADE

Foto do author Victoria  Lacerda
Por Victoria Lacerda

A empreendedora Lilian Lisa, ao visitar sua família em Muzambinho, no sul de Minas Gerais, sempre retornava a São Paulo com a mala cheia de encomendas dos amigos. Entre pães de queijo, doces de leite, cachaça e outras iguarias típicas, viu uma oportunidade de negócio. Assim nasceu o Empório Coisas de Minas, hoje uma rede de franquias com 12 unidades e uma receita de R$ 10 milhões.

PUBLICIDADE

Lilian, graduada em farmácia, sempre teve um espírito empreendedor, influenciada pelos pais, que eram comerciantes de roupas. Em 2007, após se casar com Juliano Lisa e ter dois filhos, optou por dedicar-se integralmente ao cuidado das crianças em casa. No entanto, durante uma conversa com sua mãe, surgiu a ideia de investir nos produtos que os amigos paulistanos tanto apreciavam.

“Minha mãe viu que eu sempre estava trazendo vários produtos e perguntou por que não fazer disso a oportunidade de empreender, e foi assim que comecei. Trazia cafés, cachaças, queijos e várias compotas”, contou.

Pães de queijo e café do Empório Coisas de Minas. Foto: Divulgação/Empório Coisas de Minas

Café virou campeão de pedidos

Em 2013, no bairro da Mooca, foi inaugurado o primeiro Empório Coisas de Minas, com investimento de R$ 120 mil. O café se tornou um dos campeões de pedidos, Lilian explica que os clientes achavam muito diferente coar a própria bebida à mesa, em um coador de pano individual.

“Desde o início, nosso objetivo foi proporcionar uma experiência única para o cliente, tanto no ambiente das nossas lojas quanto nos pratos que ele escolhe. É por isso que todas as nossas unidades têm um estilo rústico e um acabamento diferenciado, refletindo a atmosfera acolhedora que buscamos criar. Isso se estende à nossa comida, que se destaca até mesmo na forma tradicional de coar o café no coador de pano.”

Aos poucos, a única loja foi ficando pequena, e a estrutura pequena não deu conta dos interessados, que formavam fila esperando as mesas vagarem. Foi em 2016 que seu marido pediu demissão no trabalho e tornou-se sócio no empreendimento, após o conceito do empório ser redesenhado.

Com o aumento do espaço, eles passaram a cuidar de cada detalhe para proporcionar aos clientes uma experiência completa, envolvendo os sentidos de visão, audição e paladar.

Publicidade

Até música ambiente remete a Minas

“Começamos a considerar até mesmo a música ambiente na loja, e agora sempre tocamos a famosa moda de viola. Queremos que tudo remeta realmente a Minas Gerais”, ressaltou Juliano.

Até hoje, o cardápio inclui todos os salgados e bebidas que eram “importados” de Muzambinho quando a dona ainda trabalhava na indústria farmacêutica, mas ganhou outros itens, como bolos, pão com linguiça e pastéis de angu, entre mais opções.

Os empreendedores destacaram que tudo é produzido em Minas Gerais e comprado na grande maioria das vezes de pequenos fornecedores, que sempre passam por um processo de homologação pela franqueadora, obedecendo a critérios de qualidade e segurança alimentar.

“Nosso objetivo é fomentar a economia local e valorizar a gastronomia de pequenas cidades de Minas”, explicou Lilian.

Entre os mais vendidos do portfólio atual, destacam-se café coado, pão queijo tradicional e recheado feito com queijo canastra e pamonhas.

Lilian e Juliano Lisa, donos do Empório Coisas de Minas. Foto: Divulgação/Empório Coisas de Minas

Franquias do interior a capitais

Atualmente, o Empório Coisas de Minas conta com 12 unidades, todas localizadas em lojas de rua, e outras duas em processo de implantação.

A primeira incursão em quiosque, com um formato único em carro de boi, foi inaugurada no Salvador Shopping, em Salvador (BA). Apenas a primeira loja, situada na Mooca, é de propriedade da empresa.

Publicidade

O investimento inicial para estabelecer uma franquia da marca começa em torno de R$ 350 mil.

As unidades estão distribuídas principalmente em São Paulo, tanto na capital quanto no interior, além da presença na Bahia.

Veja os dados das franquias

  • Investimento inicial total estimado: R$ 450.000
  • Faturamento médio mensal: R$ 90.000
  • Lucro médio mensal: R$ 10.000 a R$ 15.000
  • Prazo de retorno: 26 meses
  • Prazo de contrato: 05 anos
  • Royalties/mês: 6%

Avaliações no Google

O Empório Coisas de Minas recebeu uma classificação média de 4,5 de 5 estrelas no Google, com mais de 4 mil avaliações até a publicação desta matéria. As avaliações positivas ressaltam o serviço diferenciado e a qualidade dos produtos.

No Reclame Aqui, não há registro de reclamações sobre o estabelecimento.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.