PUBLICIDADE

Publicidade

Cacau Show, AmPm, Burger King: Quanto custa investir nas maiores franquias de alimentação do País?

Ranking da associação de franchising mostra que, entre as cinco maiores, há uma opção mais acessível, graças ao modelo básico oferecido

Foto do author Redação
Por Redação

Em fevereiro, a Associação Brasileira de Franchising (ABF) atualizou a sua lista de maiores franquias do País. Com dados referentes ao número total de unidades em 2023, a associação apontou Cacau Show, McDonald’s, Subway, AmPm e Burger King, respectivamente, como as maiores franquias de alimentação do Brasil.

PUBLICIDADE

O investimento para abrir uma unidade de uma dessas marcas varia bastante. Enquanto a Cacau Show oferece opções diferentes, com modelos disponíveis a partir de um investimento mínimo de R$ 65 mil, grandes redes de fast food cobram valores elevados para a abertura de uma unidade. O Burger King, por exemplo, tem investimento inicial a partir de R$ 2,5 milhões.

Independentemente do valor investido, porém, especialistas alertam que ao abrir uma franquia o empreendedor deve se munir de informações acerca de empresa e das operações da franquia. Ter claro os valores necessários para dar início à operação, tempo de retorno do investimento, além de outros pontos básicos do negócio, é fundamental para ter sucesso na empreitada.

Confira a seguir estimativas de investimento para as cinco maiores franquias de alimentação:

Cacau Show

Fábrica de chocolates da Cacau Show, em São Paulo Foto: Werther Santana/Estadão - 25/3/2022
  • Investimento inicial total estimado: a partir de R$ 64,9 mil
  • Faturamento médio anual: R$ 700 mil
  • Lucro médio mensal: de 12% a 15% do faturamento
  • Prazo de retorno estimado: de 18 a 24 meses
  • Prazo de contrato: 30 meses
  • Royalties/mês: R$ 347 mensais de fundo de propaganda + taxa de marketing inaugural de R$ 1,5 mil

Informações referentes ao formato contêiner, opção mais barata oferecida pela marca. Outros modelos de franquia tem investimento inicial maior (até R$ 310 mil), mas também oferecem faturamento elevado. Os dados de faturamento são indicados anualmente pela empresa, por conta da sazonalidade das vendas.

McDonald’s

Contatado pela reportagem, o McDonald’s afirmou que não pode informar os dados de investimento nas franquias da marca por “ser uma empresa de capital aberto”, ou seja, por estar listada na bolsa de valores.

Publicidade

A renda gerada com as vendas de sanduíches Big Mac será revertida para entidades apoiadas pelo Instituto Ronald McDonald Foto: Instagram @mcdonalds_br

Subway

A reportagem não obteve resposta nas tentativas de contato com a matriz brasileira do Subway. A empresa passa por um período turbulento no Brasil. Sua controladora no País, a SouthRock, entrou com pedido de recuperação judicial no final do ano passado e, recentemente, o próprio Subway entrou com pedido de recuperação judicial na Justiça paulista.

Os dados de investimento reproduzidos abaixo foram levantados em outubro do ano passado pela reportagem do Estadão.

Subway entrou com um pedido de recuperação judicial no início de março na Justiça de São Paulo, com dívidas de R$ 482 milhões Foto: Caio Guimarães
  • Investimento inicial total estimado: a partir de R$ 490 mil
  • Lucro médio mensal estimado: de 10% a 15%
  • Prazo de retorno estimado: de 36 a 60 meses
  • Prazo de contrato: 20 anos
  • Royalties/mês: 8%
  • Taxa de manutenção/mês: 4,5%

A empresa oferece diferentes modelos de loja, desde unidades de rua até opções dentro de shopping centers. A rede não informou o faturamento médio estimado para as unidades.

AmPm

Franquias AM/PM, presentes em postos de combustível de bandeira Ipiranga Foto: Rafael Arbex/Estadão

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

  • Investimento inicial total estimado: a partir de R$ 390 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 120 mil a R$ 150 mil
  • Lucro médio mensal: não é divulgado
  • Prazo de retorno estimado: 2 a 3 anos
  • Prazo de contrato: 5 anos
  • Royalties/mês: 6% sobre o faturamento + 1% de fundo de propaganda

Burger King

Loja do Burger King na Avenida Paulista, em São Paulo Foto: JF Diorio/Estadão
  • Investimento inicial total estimado: a partir de R$ 2,5 milhões
  • Faturamento médio mensal estimado: R$ 500 mil
  • Lucro médio mensal: não informado
  • Prazo de contrato: 20 anos
  • Prazo de retorno estimado: não informado
  • Royalties/mês: 8% sobre o faturamento + 3,5% de fundo de marketing

Publicidade

O investimento inicial se refere ao modelo de loja presente na praça de alimentação de shopping centers. Há opções de loja de rua, com investimento inicial a partir de R$ 5 milhões. Os valores de investimento inicial contemplam, além de taxas de franquia, o montante necessário para compra de equipamentos e construção do ponto de venda.

A companhia frisa que os valores de faturamento são “uma mera estimativa, podendo variar de acordo com diversos fatores, tendo como exemplo: localização; tipo de restaurante; horário de funcionamento e hábitos de consumo local”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.