EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Coluna do Estadão

| Por Roseann Kennedy

Roseann Kennedy traz os bastidores da política e da economia, com Eduardo Gayer e Augusto Tenório

PSD dividido: Eliziane e Kassab vão para palanques distintos no Maranhão, mas negam atrito

Senadora declarou apoio a Duarte Júnior na eleição de São Luís, mas o PSD aposta na reeleição de Eduardo Braide. “Eliziane veio para o partido nessa aliança com o governador e Dino. Isso é entendido com muita naturalidade, e ela é uma grande senadora”, afirma Kassab

PUBLICIDADE

Foto do author Augusto Tenório
Por Augusto Tenório

A senadora Eliziane Gama abriu dissidência no PSD e, em vez de fazer campanha por seu correligionário Eduardo Braide na reeleição para a prefeitura de São Luís, declarou apoio ao deputado Duarte Júnior (PSB), que concorrerá com aval do atual governador, Carlos Brandão (PSB), e do ex-governador Flávio Dino (PSB), embora este não possa se envolver diretamente no pleito este ano porque estará no cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Apesar da divisão, o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, afirma que não há crise na relação com a parlamentar.

“Isso ficou bem resolvido. A Eliziane veio para o partido nessa aliança com o governador e Dino. Isso é entendido com muita naturalidade, e ela é uma grande senadora. O prefeito Braide está bem posicionado e dificilmente irá perder. O partido vai apoiá-lo sob todos os aspectos: político e financeiro. Temos confiança na vitória”, afirmou Gilberto Kassab à Coluna do Estadão.

PUBLICIDADE

A dissidência também não causa constrangimento a Eliziane. De olho no apoio do governador Carlos Brandão (PSB), do ministro Flávio Dino (PSB) e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ela já levou o tema a público. Recentemente postou foto nas redes sociais ao lado de Brandão e Duarte Júnior com a seguinte mensagem: “Nosso campo democrático progressista apresenta um projeto para São Luís com o competente Duarte Jr. Ele tem as melhores condições de construir uma São Luís mais humana, próspera e moderna. Em 2024 vamos junto com o nosso grupo apoiar Duarte Jr para prefeito de São Luís.”

“Quando me filei ao PSD, falei para o Kassab que seguiria nosso grupo político. Fizemos o entendimento que o prefeito Braide teria autonomia para se candidatar, não tem nenhum problema eu me conduzir dessa maneira. Isso já estava acordado”, disse a parlamentar, à Coluna.

A senadora Eliziane Gama (PSD-MA). Foto: WILTON JÚNIOR/ESTADÃO

Eliziane Gama se filiou ao PSD em janeiro de 2023, quando já exercia o mandato de senadora. Ela foi eleita em 2018, na chapa liderada por Flávio Dino, então filiado ao PCdoB. O PT do presidente Lula também fazia parte da sua coligação.

Publicidade

Agora, como mostrou a Coluna, ela planeja disputar a reeleição ao Senado em 2026, numa chapa com Brandão disputando a outra vaga de senador e com o vice-governador, Felipe Camarão (PT), na disputa ao comando estadual. Mas, o senador Wewerton Rocha (PDT) também pleiteia o apoio do Planalto e quer conquistar o eleitorado de Dino.

Dino ficou neutralizado politicamente pelo cargo, o que é natural, e não credenciou ninguém para falar por ele. Caberá às lideranças políticas do Estado preencherem essas lacunas. Claro que quem tem sintonia com as pautas terá mais naturalidade nesse processo”, afirmou o senador Weverton Rocha à Coluna do Estadão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.